Você está aqui: Página Inicial > Baturité > Notícias > Campus de Baturité completa 07 de implantação
conteúdo

Notícias

EXPANSÃO DA REDE

Campus de Baturité completa 07 de implantação

publicado: 01/02/2017 15h00, última modificação: 01/02/2017 16h20
O campus oferta cursos superiores e de técnicos à comunidade

 

Compreendendo que o conhecimento é um fator importante para a geração de emprego e renda, coadunando com o protagonismo dos atores locais na formulação de estratégias para o crescimento de indivíduos e empresas, em agosto de 2008 foi realizada uma audiência pública com representantes do então CEFET, com a participação de professores, estudantes, empresários e autoridades da região do Maciço de Baturité, na qual foi anunciado pelo prefeito municipal que seria instalada uma unidade do CEFET no município. Neste mesmo ano, foi sancionada a Lei 11.892/2008, integrando o Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará (CEFET), as Unidades Descentralizadas de Cedro e de Juazeiro do Norte e as Escolas Agrotécnicas Federais de Crato e de Iguatu, criando assim o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).

     A implantação da Unidade Descentralizada (UNED) em Baturité teve início a partir do processo de aquisição do terreno por meio do termo de concessão de direito real de uso com base na Lei Municipal nº 1.328/2007. O então Campus Avançado de Baturité vinculado administrativamente ao Campus de Canindé  foi inaugurado no dia 1º de fevereiro de 2010, iniciando as atividades didático-pedagógicas em julho, com os cursos de Tecnologia em Gastronomia e Técnico em Hospedagem e, no ano seguinte, o curso de Tecnologia em Hotelaria.  

     A partir do ano de 2014 a Unidade passou à condição de Campus com uma nova estrutura organizacional, ampliação dos espaços físicos, contratação de novos servidores e investimentos em infraestrutura de laboratórios, biblioteca e aquisição de equipamentos, o que possibilitou a criação dos cursos Técnico em Administração e da Licenciatura em Letras - com Habilitação Português/Inglês.  Seguindo o planejamento estabelecido no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) do IFCE, o Campus passará a ofertar já em 2017 os cursos Técnico em Segurança do Trabalho e o Bacharelado em Administração.

 Além do ensino, o Campus desenvolve projetos de pesquisa e extensão na região do Maciço de Baturité. Por meio dos Centros de Inclusão Digital (CID’s) instalados no município de Aracoiaba, os moradores das comunidades de Vazantes, Ideal, Jaguarão e Jenipapeiro têm acesso a cursos de formação básica em informática, onde já foram certificados mais de duzentos jovens nos últimos três anos. Através do PRONATEC e do programa Mulheres Mil foram ofertados os cursos Técnico em Hospedagem e os cursos de Formação Inicial e Continuada de Auxiliar Administrativo e de Salgadeira, este destinado a mulheres em situação de risco social.

A equipe do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas – NEABI, formada por dezesseis bolsistas coordenados por professores mestres e doutores, atua diretamente na comunidade Quilombola da Serra dos Evaristo e na comunidade Indígena Kanidés de Aratuba com ações voltadas para a preservação ambiental, segurança alimentar e soberania alimentar e nutricional dos povos que compõem as comunidades tradicionais. 

 A equipe de servidores é formada por sessenta e três servidores, sendo trinta e dois docentes dos quais cinco doutores, dezesseis mestres, oito especialistas e três graduados e, trinta e um técnicos-administrativos – pedagogo/técnicos em assuntos educacionais, assistente social, psicólogo, enfermeiro, contador, administrador, bibliotecário, assistentes e auxiliares administrativos, além de vinte e seis servidores terceirizados.

Atualmente o campus oferta os cursos superiores de Tecnologia em Gastronomia, Tecnologia em Hotelaria, Licenciatura em Letras com habilitação  português/inglês, Técnico em Administração e Técnico em Hospedagem com um total de 466 alunos frequentando e 526 alunos matriculados.

Desde a implantação do Campus no município de Baturité já foram certificados mais de duzentos estudantes em cursos básicos de extensão em Cultura Alimentar, Higiene e Segurança de Alimentos, Informática Básica, Inglês, Espanhol, Francês e Italiano, além dos cursos preparatórios para os concursos do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e de outras instituições públicas da região.

  Por conta do SISU, o campus recebe estudantes de toda a região do Maciço de Baturité e dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Bahia, Minas Gerais, Paraíba e Pernambuco, demonstrando a excelência de uma educação pública e gratuita, que vai desde a formação básica de trabalhadores até a graduação.

De parabéns estão os cidadãos e cidadãs por poderem contar com um campus moderno e consolidado, com sete anos de atuação na região do Maciço de Baturité. 

 Por Eudes Bandeira ( diretor-geral)

Assunto(s): Educação