Você está aqui: Página Inicial > Maracanaú > Notícias > Maracanaú consegue participação na geração distribuída regulamentada pela Enel
conteúdo

Notícias

Maracanaú consegue participação na geração distribuída regulamentada pela Enel

Com os cortes no orçamento, a ação, utilizando energia solar, é mais uma alternativa para economia na conta de energia do campus
publicado: 04/07/2019 11h12, última modificação: 04/07/2019 11h12
O campus possui três plantas e, em breve, mais uma entrará em operação. Foto: Arquivo

O campus possui três plantas e, em breve, mais uma entrará em operação. Foto: Arquivo

Com a permissão da concessionária  de energia Enel, conseguida no final de 2018, a unidade pode emprestar a energia produzida para a Enel e depois consumir essa energia. Atualmente, o IFCE de Maracanaú tem três plantas de energia solar fotovoltaicas, com produção somada de 8,2 kilowatt (kWp), ou mensalmente 960kWh/mês. Até o fim de julho mais uma planta será instalada.

De acordo com o professor Luiz Daniel Santos, que iniciou o primeiro sistema de geração solar em 2014, se forem contadas a produção das três plantas instaladas, duas por ele, e a outra pelo professor Sandro Jucá em parceria com a pesquisadora Renata Pereira, o campus tem uma geração média equivalente ao consumo de cerca de 50 ar- condicionados de 9000 BTUs, de acordo com dados de consumo e de eficiência energética disponibilizados pelo INMETRO/PROCEL.

Documentação da geração possibilitará mais pesquisas

Com a junção de forças entre os professores Luiz Daniel, Sandro Jucá, do campus de Maracanaú e da pesquisadora Renata Pereira foi elaborada a documentação para geração distribuída, um trabalho em que é necessário preparar todo um aporte documental para ser apresentado à concessionária de energia elétrica, sendo parte imprescindível para obtenção da permissão para que a produção do campus possa ser incorporada ao sistema de energia da ENEL.

“A regulamentação auxilia você ter um procedimento de como essa documentação tem que ser elaborada. Proporciona para a comunidade um material de pesquisa  de como esse processo deve ser feito junto à concessionária”, explica o professor Luiz Daniel.

A projeção agora é focar na pesquisa que envolve uma ampla faixa de assuntos, desde a qualidade da energia, passando também por equipamentos até a parte documental. Além da pesquisa na graduação e até no ensino técnico, o campus de Maracanaú abriga o mestrado em Energias Renováveis do IFCE.