Você está aqui: Página Inicial > Crato > Notícias > Crato aprova 32 trabalhos no Pecnordeste
conteúdo

Notícias

Crato aprova 32 trabalhos no Pecnordeste

PESQUISA E INOVAÇÃO

Seminário sobre pecuária ocorre de 13 a 15 de junho, em Fortaleza
publicado: 12/06/2019 11h03, última modificação: 17/06/2019 13h47

Alunos e ex-alunos do campus de Crato do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará aprovaram 32 dos 83 trabalhos científicos aceitos no Pecnordeste, o Seminário Nordestino de Pecuária. As apresentações ocorrem nos dias 13 e 14 de junho, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. O evento termina no sábado, 15 de junho.

Frutos de pesquisas desenvolvidas na instituição, os trabalhos aprovados estão distribuídos nas oito áreas temáticas do evento: bovinocultura, caprinovinocultura, equinocultura, suinocultura, apicultura, aquicultura e pesca, alimentação animal e avicultura.

Coordenador da participação do campus no evento, o professor Messias Alves destaca o número de aprovações, que corresponde a 38% do total de trabalhos que serão apresentados: "É a primeira vez que o Pecnordeste está com esse segmento, e o resultado que conseguimos demonstra a força dos nossos cursos de Zootecnia e Agropecuária na pesquisa, dentro desse que a gente pode considerar um dos maiores eventos do norte/nordeste na pecuária".

Um dos estudantes aprovados é Juliano dos Santos, do curso de Zootecnia. Ele apresentará um estudo de pós-larvas da espécie tilápia do Nilo durante o processo de inversão, realizado em parceria com outros dois estudantes e orientado pelo professor Messias Alves no laboratório de piscicultura da instituição. A reversão sexual de fêmeas para machos é uma fase do crescimento da larva em que o produtor deve prestar mais atenção na alimentação da espécie, para obter resultados melhores na produção.

Para Juliano, estudos como os que são realizados nos laboratórios do campus contribuem para o avanço das descobertas na área: "Como estudante, meu objetivo é divulgar resultados que possam ajudar no desenvolvimento de novos trabalhos, que ajudam no melhoramento de frequência alimentar da tilápia do Nilo nessa fase".

Além da apresentação das pesquisas, o IFCE leva para o evento um stand com atrações diversas, como explica Messias: "O stand do IFCE traz vários produtos de todos os campi, como degustações e produção de mel. Vamos também acolher o aluno e mostrar para o público o que o IFCE tem de bom, em pesquisas e trabalhos de extensão e de inovações".