Você está aqui: Página Inicial > Tauá > Notícias > Pesquisa agropecuária inicia fase de análises
conteúdo

Notícias

Pesquisa agropecuária inicia fase de análises

Próxima etapa prevê introdução de ovinos no sistema Integração Lavoura-Pecuária (ILP)
última modificação: 07/12/2015 17h00
Diogenilson Aquino Pesquisadores iniciam a fase de coleta e processamento de amostras e dados do Sistema de Integração Lavoura-Pecuária

Pesquisadores iniciam a fase de coleta e processamento de amostras e dados do Sistema de Integração Lavoura-Pecuária

Dando continuidade a pesquisa que está implantando o sistema de Integração Lavoura-Pecuária (ILP) no semiárido nordestino, estudantes e pesquisadores iniciam a fase de coleta e processamento de amostras e dados. A pesquisa pretende adaptar o sistema ILP padrão, já utilizado em outras regiões do país, capaz de gerar alimento em quantidade e qualidade para os animais na época seca, utilizando a agricultura como base para essa alimentação.

O coordenador do projeto, professor João Paulo Rêgo, explicou que foi coletada uma amostra da plantação (milho, capim e leguminosa), para análise quantitativa e qualitativa da forragem produzida fazenda experimental de Cachoeirinha, em Tauá. “Estamos analisando a produtividade da forragem cultivada em três meses. Apesar das intempéries climáticas, a produção de capim foi positiva. Agora vamos avaliar a qualidade desse capim.”.

O coordenador ressaltou que essas análises precedem a fase de introdução dos animais para pastagem. “Esperamos introduzir trinta animais de duas espécies de ovinos em duas semanas. A expectativa é que, em 70 dias, os ovinos possam ganhar dez quilogramas, na fase de terminação.”.

Esse estudo integra o projeto de pesquisa “Terminação de cordeiros deslanados em sistema de Integração Lavoura-Pecuária (ILP) no semiárido nordestino”, aprovado na Chamada Pública nº 17/2014, promovida pelo MEC em conjunto com o CNPq. A próxima atividade do projeto prevê a realização, em julho, de um curso de ultrassonografia para avaliação de carcaça.

Diogenilson Aquino - campus de Tauá