Você está aqui: Página Inicial > Horizonte > Notícias > Docentes compõem música sobre a ausência do Carnaval
conteúdo

Notícias

Docentes compõem música sobre a ausência do Carnaval

ANO ATÍPICO

Professores dos campi de Sobral e Horizonte homenageiam a folia cearense
última modificação: 13/02/2021 18h43

No fim de semana que deveria marcar o início do Carnaval 2021, as redes sociais têm sido inundadas de postagens saudosas de foliões inconformados com a impossibilidade de curtir o período momino neste ano, em virtude das necessárias medidas de distanciamento social para evitar o agravamento da pandemia de Covid-19 no Brasil. Com uma dupla de docentes dos campi de Sobral e Horizonte do Instituto Federal do Ceará (IFCE), não foi diferente, mas eles resolveram ir além.

Os professores Anderson Rodrigues, de Sobral, e Danilo Rocha, de Horizonte, compuseram e gravaram “Me Devolvam o Carnaval”, canção que retrata o sentimento de nostalgia de um ano sem folia e homenageia blocos do Carnaval de Fortaleza, entre os quais Luxo da Aldeia, Concentra Mas Não Sai, Chão da Praça e Bode Beat, e compositores cearenses como Ednardo.

Rodrigues explica que a ideia surgiu de uma postagem saudosa de Danilo no Instagram, a partir da qual decidiram se juntar para compor uma canção que descrevesse aquele sentimento. Melodia e arranjos foram criados pelo docente de Sobral em seu homestudio. Já Rocha conta que os dois apóiam a necessidade de se cancelar o Carnaval em meio à emergência de saúde pública que assola o planeta, a fim de se preservar vidas. “O verso 'Me Devolvam o Carnaval' é, na verdade, um clamor ao universo (e ao próprio coronavírus) para que a pandemia passe e a alegria carnavalesca possa voltar às ruas quando for seguro para todos”, explica.

Experiências prévias

Docentes de Física, os compositores não têm relação profissional com a música. Rodrigues se define como guitarrista amador e já se apresentou cantando e tocando em eventos do IFCE, como o Encontro Desportivo dos Servidores e os Jogos dos Estudantes (JIFCE). Além disso, já deu palestras sobre “A Física e a Guitarra Elétrica”, em que destaca como a Ciência explica o funcionamento do instrumento.

Rocha, por sua vez, conta que a maior proximidade que teve com a música foi quando era professor do IFCE Sobral - antes de pedir remoção para Horizonte -, quando “tirava um som” com outros colegas de veia musical aflorada. “Minha carreira musical está começando agora”, brinca.

Ícaro Joathan - Comunicação Social/reitoria