Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Trajetória de Paulo Abel é destacada em solenidade de abertura
conteúdo

Notícias

Trajetória de Paulo Abel é destacada em solenidade de abertura

BIENAL

Sopranista e contraltista foi lembrado pelo trabalho dedicado à música
última modificação: 30/11/2018 11h54
Exibir carrossel de imagens Elvis Matos, professor e autor de um perfil biográfico sobre Paulo Abel

Elvis Matos, professor e autor de um perfil biográfico sobre Paulo Abel

A solenidade de abertura da Bienal Internacional de Música do IFCE Paulo Abel do Nascimento, na noite dessa quinta-feira (29), em Fortaleza, foi marcada pelas homenagens ao músico que dá nome ao evento. Paulo Abel foi aluno do curso de Turismo da Escola Técnica Federal do Ceará, hoje IFCE, e regente do Coral da instituição. A trajetória de vida dedicada a valorização da música, como ferramenta de transformação social e humana, ecoou na primeira noite de apresentações do evento.

"A característica principal de Paulo Abel, além do dom musical, é de uma pessoa extremamente sensível e muito voltada para a defesa dos menos favorecidos. Paulo Abel, ainda como estudante do curso de Turismo, foi regente do nosso coral, que ganhou espaço em todo o Brasil", ressaltou o professor Virgílio Augusto Sales Araripe, reitor do IFCE, após a exibição de trechos de uma entrevista concedida por Paulo Abel a jornalista Joselita Feitosa, em 1988.

Dirigindo-se ao público, o reitor destacou que a Bienal é um momento de integração, entre artistas e instituições, com a finalidade de valorizar a produção musical. "Não há melhor espaço do que uma bienal, para reunir todos os talentos que fazem parte dos campi do IFCE, para, dentro de três dias, trocar ideias e compartilhar conhecimentos", afirmou. Ainda na oportunidade, o reitor agradeceu a parceria de instituições como Uece, UFC, Unilab, Iphan, IFES e Unifor e o apoio do Governo do Estado, por meio da Casa Civil, na realização da Bienal. 

 Fotos: Eugenio Pacelli