Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Notícias de destaques > Nota: ausência do IFCE no Ranking Universitário da Folha
conteúdo

Geral

POSICIONAMENTO OFICIAL

Nota: ausência do IFCE no Ranking Universitário da Folha

última modificação: 09/10/2019 16h23
Métrica do jornal paulista não avalia institutos federais, por isso, instituição não foi incluída no ranking

A Reitoria do Instituto Federal do Ceará (IFCE), em relação às informações divulgadas pelo jornalista Eliomar de Lima na coluna “Vertical” desta quarta-feira, 9, sob o título de “Desce”, vem a público esclarecer que:

1 – Diferentemente do que afirma o colunista, não é por falta de divulgação que o IFCE não pontuou no Ranking Universitário Folha 2019, divulgado nesta semana pelo jornal Folha de S. Paulo. O motivo pelo qual o Instituto não aparece na lista é a decisão do próprio veículo sobre não avaliar institutos federais, de forma que nenhuma das instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica aparece na relação de 197 universidades brasileiras avaliadas.

2 – O volume de pesquisas e projetos de inovação desenvolvidos pelo IFCE nos últimos anos pode ser comprovado em números: foram 62 patentes depositadas de 2009 a 2019, além de outros 18 pedidos de patentes em processo de liberação; 70 parcerias efetivadas com empresas no âmbito do Polo de Inovação e dos campi; 7.377 artigos publicados em revistas e periódicos nacionais e internacionais por pesquisadores do IFCE desde 2014; e 15.018 artigos apresentados em eventos científicos nacionais e internacionais no mesmo período. Além disso, o Instituto tem, atualmente, 111 bolsistas de iniciação científica pelo CNPq.

3 – No âmbito do Ensino, o IFCE possui mais de 42 mil alunos matriculados e oferece um total de 146 cursos técnicos, 108 cursos de graduação e 42 cursos de pós-graduação, entre especializações, mestrados e doutorados interinstitucionais. Além disso, apresenta 29% do corpo docente com titulação de doutorado e 52,3% com mestrado, além de 97,5% em regime de dedicação exclusiva. No último Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), metade dos cursos avaliados obteve nota máxima (5).

4 – No tocante à internacionalização, desde 2009, o IFCE enviou 342 alunos para estágios discentes em universidades estrangeiras e recebeu 101 estudantes estrangeiros para realizar intercâmbio nos campi locais. Ao todo, o Instituto mantém hoje parcerias com 35 instituições de ensino fora do País.

5 – Em questões relativas ao mercado de trabalho, o IFCE chega a alcançar 76% de empregabilidade dos seus egressos dos cursos superiores conforme pesquisas internas. O feedback que a instituição recebe dos empregadores majoritariamente ressalta o excelente nível de conhecimento dos egressos do IFCE.

6 – Pelo exposto acima, fica clara a enorme contribuição que o IFCE tem prestado à sociedade cearense nos eixos avaliados pelo Ranking Universitário Folha, de forma que a única explicação de a instituição não ser citada na referida métrica é, reitera-se, o fato de ter não ter sido analisado pelo veículo criador da classificação.

Em 9 de outubro de 2019,

A Reitoria do Instituto Federal do Ceará