Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Lançados editais de iniciação científica do IFCE
conteúdo

Notícias

Lançados editais de iniciação científica do IFCE

PESQUISA

Inscrições começam no dia 23 de abril e podem ser feitas por servidores do IFCE; projetos de pesquisa devem ser submetidos exclusivamente on-line
publicado: 16/04/2019 15h25, última modificação: 16/05/2019 12h00

A Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (PRPI/IFCE) lançou os editais de iniciação científica de 2019 da instituição. As inscrições podem ser feitas a partir do próximo dia 23 de abril e prosseguem até as 13h do dia 17 de maio.

Os editais lançados contemplam o Programa Institucional de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti) e o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (Pibic), destinados a candidatos a orientadores de estudantes de cursos do Ensino Superior; e do Pibic Júnior, voltado a servidores que desejam orientar alunos de cursos técnicos de nível médio.

Podem se candidatar quaisquer servidores do IFCE, desde que não tenham pendências de prestação de contas ou de entregas de relatórios de pesquisa junto à PRPI ou aos órgãos de fomento dos programas, como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap). É possível se candidatar para mais de um programa, desde que com projetos de pesquisa distintos para cada um. As inscrições devem ser feitas exclusivamente on-line.

De acordo com o pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do IFCE, Wally Menezes, os programas de iniciação científica são de fundamental importância porque iniciam os estudantes da instituição nas atividades de pesquisa. “Os alunos de iniciação científica corriqueiramente se destacam no IFCE e fora dele. Alguns seguem na carreira acadêmica, se tornam professores, donos dos próprios negócios, etc. Esses alunos também contribuem para a melhoria dos indicadores de ensino, como a redução da evasão e da retenção”, ressalta.

Entre as novidades dos editais de 2019, está a exigência de que o autor da proposta tenha registro no Orcid (ID Aberto de Pesquisador e Contribuidor), código alfanumérico internacional usado para identificar pesquisadores. Conforme o coordenador de Projetos, Programas e Periódicos da PRPI, Jorge Fredericson, a exigência dessa informação visa dar mais visibilidade ao IFCE nos rankings internacionais de pesquisa.

Outra inovação deste ano é a apresentação dos erros mais comuns cometidos pelos pesquisadores no envio das propostas, de forma a evitar que essas incorreções sejam repetidas.

Ícaro Joathan - reitoria