Você está aqui: Página Inicial > Noticias > DAE alerta sobre problemas causados por transtornos alimentares
conteúdo

Notícias

DAE alerta sobre problemas causados por transtornos alimentares

Campanha busca esclarecer comunidade acadêmica sobre sintomas e tratamentos
publicado: 05/06/2019 10h23, última modificação: 05/06/2019 14h25

A Diretoria de Assuntos Estudantis, em parceria com o campus Tauá, está promovendo uma ação de esclarecimento e conscientização sobre transtornos alimentares, que contará com uma série de vídeos sobre o tema. A iniciativa nasceu após um diálogo com o consultor técnico do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC), nutricionista Juarez Calil.

De acordo com a nutricionista Livianne Gomes, o FNDE estimulou os profissionais da instituição a trabalharem questões de necessidades especiais na nutrição escolar e ajudarem na identificação e prevenção de problemas relacionados à alimentação. “A partir daí, começamos a trabalhar propostas de campanhas com o objetivo de esclarecer a comunidade acadêmica e orientar nossos profissionais e estudantes para identificar possíveis necessidades e/ou transtornos”, comentou.

Livianne explicou ainda que o tema dos transtornos alimentares foi escolhido para ser o primeiro assunto a ser trabalhado em virtude de junho ser o mês de alerta, já que no dia 02 celebra-se o Dia Mundial de Alerta para Transtornos Alimentares, além de trabalharmos, em grande maioria, com adolescentes e adultos jovens, principais atingidos por esse problema. “Os profissionais do IFCE já vinham observando alguns casos que poderiam ser identificados como transtornos alimentares e, por isso, decidimos abordar esse assunto primeiro, para ajudar as pessoas a reconhecerem algum problema, identificar e fazer encaminhamentos quando necessários”, explicou.

A diretoria de Assuntos Estudantis, Caroline Cabral, também falou da importância de abordar este assunto, já que vivemos numa constante pressão por padrões de beleza e isso também interfere na relação com a alimentação. “A pressão das redes sociais é muito grande e temos que desconstruir essa ideia de perfeição. Nossa intenção é alertar sobre a importância da alimentação para a saúde, mas uma saúde sem uma imagem estereotipada de padrões de beleza e sem causar adoecimento”, esclareceu.

O primeiro vídeo da série, já está disponível e pode ser conferido AQUI. A campanha seguirá com a produção de outros vídeos sobre o assunto, que serão usados nos campi pelas equipes de Assistência Estudantil em trabalhos de conscientização junto à comunidade acadêmica.