Você está aqui: Página Inicial > Tauá > Notícias > IFCE de Tauá aprova projeto em seleção nacional de Indicações Geográficas
conteúdo

Notícias

IFCE de Tauá aprova projeto em seleção nacional de Indicações Geográficas

RESULTADO FINAL

Proposta visa conseguir certificação para a manta de carneiro dos Inhamuns
última modificação: 08/02/2022 14h58

O campus de Tauá do IFCE aprovou a proposta Manta de Carneiro dos Inhamuns na seleção nacional de projetos de promoção às Indicações Geográficas realizada pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação (MEC). O resultado final foi divulgado nesta terça-feira (25), no endereço https://www.gov.br/mec/pt-br/acesso-a-informacao/institucional/secretarias/secretaria-de-educacao-profissional/editais-setec.

Elaborado pelas professoras Andreia Nikokavouras e Kelvia Jácome e por Lisiane Dorneles, pesquisadora na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com a Associação dos Criadores de Ovinos e Caprinos dos Inhamuns (Ascoci), o projeto tem o objetivo de desenvolver e estruturar a identificação do corte do carneiro dos Inhamuns como um produto tradicional da área formada pelos municípios de Aiuaba, Arneiroz, Parambu, Quiterianópolis e Tauá.

A professora Kélvia Jácome explica que a manta da região é feita de forma artesanal e possui um sabor singular devido ao tipo de alimentação dos animais e a processos específicos de desossa, salga e secagem da carne. O selo de indicação geográfica, segundo ela, beneficiará tanto os consumidores quanto a economia local, pois "garante a origem do produto e traz a confirmação de que ele segue padrões e normas de produção. Para o produtor, vai agregar valor ao produto e facilitar a comercialização". Só em Tauá, de acordo com dados da Secretaria de Agricultura do município, mais de 5 mil produtores podem ser impactados pela certificação.

A duração do projeto será de doze meses, com início em fevereiro deste ano. As etapas incluem levantamento de dados, mobilização e qualificação dos produtores associados, elaboração de um dossiê de notoriedade e submissão de artigos científicos. As atividades serão desenvolvidas por professores e estudantes do curso técnico em Agropecuária do campus de Tauá em conjunto com o Centro de Inovação e Difusão de Tecnologias para o Semiárido (CIDTS), projeto criado em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional e integrado pelas unidades de Boa Viagem, Crateús, Iguatu e Tauá do IFCE para atuar na capacitação técnica de produtores e no desenvolvimento de novas tecnologias relacionadas com as Rotas de Integração Nacional (cordeiro, leite, mel e fruticultura). Os recursos financeiros, um total de R$ 49.200, serão investidos em bolsas de pesquisa.

Seleção nacional

A seleção foi aberta a instituições integrantes da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica com o objetivo de apoiar projetos destinados ao registro e ao desenvolvimento de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas. A proposta Manta de Carneiro dos Inhamuns foi uma das 11 selecionadas para o eixo II, de estruturação das IGs. No eixo I, de diagnóstico sobre o potencial de IGs, o IFCE aprovou também o projeto Lagosta de Icapuí, do campus de Aracati.

>> Confira entrevista com as professoras Andreia Nikokavouras e Kelvia Jácome no podcast IFcastTauá.

 

Larissa Lima – Campus Tauá