Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Novos pró-reitores falam sobre início dos trabalhos
conteúdo

Notícias

Novos pró-reitores falam sobre início dos trabalhos

Equipe fala sobre perspectivas e ações prioritárias no início da gestão
última modificação: 23/02/2021 08h35

O novo reitor do IFCE, professor Wally Menezes, tomou posse nessa segunda-feira (22) e, junto com sua equipe de pró-reitores, já iniciou os trabalhos à frente da gestão do IFCE para os próximos quatro anos. Conheça mais sobre a nova equipe e as expectativas para o início dos trabalhos nas pró-reitorias do IFCE:

PROEN

Cristiane Borges Braga é a nova pró-reitora de Ensino.  Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em Computação Aplicada (UECE) e doutora em Educação (UFC), Cristiane Borges é professora do IFCE tendo coordenado vários projetos na área de educação e pesquisa, dentro e fora do IFCE. Também já foi coordenadora da UAB no IFCE e diretora do Polo de Inovação. (lattes)

Segundo Cristiane Borges, o trabalho desenvolvido na Proen buscará o fortalecimento da identidade institucional de ensino técnico e tecnológico; a articulação com as demais pró-reitorias; a ampliação de parcerias com outras instituições do Ceará e da Rede Federal, além de busca de soluções que visem mitigar os efeitos da pandemia no ensino. “Alguns dos desafios que pretendemos trabalhar é desenvolver trabalho articulado com as pró-reitorias, visando sempre referenciar a pesquisa, o ensino, a extensão e a inovação no currículo. Buscar parcerias com os nossos Napnes, visando um programa de qualificação em acessibilidade e inclusão. Buscar meios para ampliar a oferta do ensino híbrido no IFCE. Implementar ações que promovam a mobilidade acadêmica de intercampi. Ampliar parcerias que visem a internacionalização do ensino e integrar práticas da cultura maker no ensino em todos os cursos”, comentou.

PRPI

A nova pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação é Joélia Marques de Carvalho. Possui graduação em Engenharia de Alimentos (UFC); especialização em educação profissional e tecnológica (IFCE), mestrado em Tecnologia de Alimentos (UFC) e doutorado em Ciência de Alimentos (UFC).  Joélia é docente do IFCE, onde exerce atividades de ensino, pesquisa, extensão e inovação. (lattes)

Joélia, que também é ex-aluna do IFCE, mostra suas expectativas de poder dar seguimento a um trabalho qualificado que já vem sendo desenvolvido na PRPI, mas buscando evoluir, sobretudo no trabalho em rede, aproveitando a capilaridade do IFCE e trabalhando de forma harmônica e integrada entre as pró-reitorias. “Muito foi feito em termos organização da casa, criação de resoluções e programas. Agora, nessa nova perspectiva, buscaremos aperfeiçoamento e expansão da pesquisa no IFCE. Não só expansão para o próprio IFCE, em todos os campi, mas também tornar o IFCE protagonista no Ceará e no Brasil. Aproveitar nossa capilaridade e trazer um olhar de rede e unidade para pesquisa e para inovação, trabalhando muitas questões de forma sistêmica”, observou.

PROEXT

Ana Cláudia Uchôa Araújo é a nova pró-reitora de Extensão. Possui graduação em Pedagogia pela (UFC), especialização em Educação de Jovens e Adultos (IFCE), especialização em Tecnologias Educacionais em EaD (IFPR); mestre e doutora em Educação (UFC). No IFCE, Ana Cláudia é pedagoga, tendo atuado no campus Fortaleza e na Pró-reitoria de Ensino, onde coordenou vários projetos, incluindo no âmbito da Educação a Distância e Educação de Jovens e Adultos. (lattes)

Segundo Ana Cláudia Uchôa, o fortalecimento do diálogo e das ações de inclusão estarão na linha de frente dos trabalhos da Proext. “Buscaremos uma integração maior com as demais pró-reitorias finalísticas; trabalharemos para o desenvolvimento da curricularização da extensão; vamos propor uma diversificação das ações de acompanhamento de egressos; e um constante aprimoramento das ações de inclusão”, confirmou.

PROAP

À frente da Pró-reitoria de Administração e Planejamento está Reuber Saraiva de Santiago. Possui graduação em Engenharia Elétrica (UFC), especialização em Gestão Pública (UniLeão); especialização em Docência na Educação Profissional e Tecnológica. (IFCE), mestrado em Engenharia Elétrica (UFC) e cursa o doutorado em Engenharia Elétrica (UFC). É docente do IFCE, já tendo ocupado os cargos de diretor de administração do campus Juazeiro do Norte, diretor-geral do campus Sobral e pró-reitor de Ensino. (lattes)

Reuber ressaltou o momento desafiador que vivemos e que isso terá impactos na administração, mas mostrou-se confiante na qualificação da equipe para superá-los e dotar os campi dos recursos necessários para o seu funcionamento. “Sabemos que 2021 será um ano com bastante limitações orçamentárias. Precisamos investir em infraestruturas nos campi para que eles tenham condições de receber o ensino híbrido. Então, teremos muito a fazer com orçamento muito curto, mas acreditamos que com a qualificação e comprometimento da equipe, vamos conseguir superar esses desafios da melhor forma para a comunidade acadêmica do IFCE”, ponderou.

PROGEP

O novo pró-reitor de Gestão de Pessoas é Marcel Ribeiro Mendonça. Possui Graduação em Tecnologia em Mecatrônica Industrial (IFCE); especialização em Docência na Educação Profissional e Tecnológica (IFCE) e mestrado em Engenharia Elétrica (UFC). É ex-aluno do campus Fortaleza e docente do IFCE desde 2011, tendo atuado nos campi de Sobral, Caucaia e Pecém, onde foi diretor-geral. (lattes)

Marcel reconhece os avanços significativos da área nos últimos anos, como a digitalização de processos e a regulamentação de importantes instrumentos de gestão. No entanto, ele avalia que um dos grandes desafios dos próximos quatro anos será o de conciliar o desenvolvimento institucional às nossas expectativas enquanto trabalhadores, frente às novas realidades impostas por uma sociedade pós-pandemia. “Desta forma, o próximo quadriênio deverá ter como norte a busca por soluções inovadoras e que proporcionem ganhos na qualidade de vida e na saúde do servidor e de suas famílias. Além disso, trazendo para o cotidiano a prática de dialogar e de ampliar os mecanismos de comunicação interna com a comunidade acadêmica e suas representações sindicais, cria-se um ambiente cada vez mais favorável ao pleno desenvolvimento das ações de ensino, pesquisa e extensão”, afirmou.

Rebeca Casemiro - DCS/Reitoria