Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Notícias de destaques > UFC e IFCE criam pia portátil para pessoas em situação de rua
conteúdo

Notícias

UFC e IFCE criam pia portátil para pessoas em situação de rua

SOLUÇÃO

Projeto busca mitigar vulnerabilidade, favorecendo hábitos de higiene no combate à pandemia
última modificação: 04/06/2020 10h41
Lavar as mãos: gesto que ajuda a combater o avanço do coronavírus

Lavar as mãos: gesto que ajuda a combater o avanço do coronavírus

São dias desafiadores para todos - mas a realidade é muito mais dura para quem vive a vulnerabilidade imposta pelas ruas. Pensando nesse público e na necessidade de reforçar hábitos de higiene no combate ao coronavírus, pesquisadores da Universidade Federal do Ceará e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em parceria com integrantes de organizações sociais como o Coletivo Arruaça e o Instituto Compartilha, criaram uma pia portátil, cujo projeto foi batizado de "Mó Limpeza".

O dispositivo conta com dois recipientes plásticos montados em uma estrutura de metalon – espécie de tubo de aço-carbono comum com costura – de 85 centímetros de altura por 75 centímetros de largura.

Independente de sistemas de água e esgoto, a pia possui um mecanismo de acionamento de água e sabão feito através de pedais. Com capacidade de armazenamento de 200 litros, os recipientes são abastecidos com um sistema de bomba artesanal e uma mangueira. O custo geral para a montagem da pia é de cerca de R$ 500,00.

Três pias móveis foram instaladas em diferentes pontos: uma na Praça do Liceu, outra na avenida Tristão Gonçalves e uma terceira na rua Assunção, no grupo espírita Casa da Sopa, todas na região do Centro da capital cearense.

O professor Pedro Medeiros, do curso de bacharelado em Engenharia Ambiental e Sanitária do IFCE Maracanaú, participa do projeto. Ele atua na concepção e dimensionamento do sistema.

"O processo é simples: a ideia é que a pia seja totalmente independente de redes de água e esgoto, de maneira que possa ser colocada em qualquer local e facilmente realocada. O sistema possui um reservatório para água tratada, a própria pia e um reservatório para a água suja (tecnicamente chamada água cinza)", destacou o docente.
"A estrutura que estamos usando já existia. Adquirimos de uma empresa que as fabrica para utilização em canteiros de obras. Estamos atualmente desenvolvendo nosso próprio sistema", complementou o professor.

WhatsApp Image 2020-05-24 at 08.23.26(1).jpeg

O projeto tem a coordenação da professora Verônica Castelo Branco (Engenharia Civil - UFC). "A receptividade tem sido excelente. Os usuários contribuem com opiniões sobre a vazão de água e a facilidade em usar os pedais. De forma geral, se sentem felizes por terem direito a esse direito básico antes de se alimentarem e de receberem o atendimento básico de saúde", disse a professora.

A iniciativa conta também com a participação das docentes Camila Barros e Mariana Xavier, do Curso de Design da UFC, que realizaram a identidade visual e o assessoramento de marketing do projeto, e dos estudantes Daniel Tardin, da Engenharia Civil, Beatriz Arraes e Mateus Brasileiro, do Design, e Ataslina de Paula, pós-graduanda em Engenharia de Transportes, todos da UFC, além de André Foca, integrante do Coletivo Arruaça.

Dowglas Lima - com informações do Portal da UFC

Fotos: Luiza Jovino e Priscilla Ramos (UFC)