Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Notícias de destaques > Plataforma traz detalhes sobre a Rede Federal no País
conteúdo

Notícias

Plataforma traz detalhes sobre a Rede Federal no País

TRANSPARÊNCIA

Ferramenta garante transparência na área de gestão, pesquisa, ensino e extensão
publicado: 23/03/2018 09h53, última modificação: 23/03/2018 10h11

A sociedade civil, docentes, gestores educacionais, pesquisadores, gestores públicos e a população em geral passam a contar com uma ferramenta atualizada para o planejamento, execução e avaliação das políticas educacionais em educação científica e tecnológica, garantindo-lhes mais eficiência e qualidade. A Plataforma Nilo Peçanha (PNP) foi ao ar no dia 15 de março, constituindo banco de dados do Ministério da Educação (MEC), por meio de página colaborativa com informações das 640 unidades de ensino da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

O acesso à Plataforma Nilo Peçanha possibilita consulta às informações qualitativas e quantitativas anuais de: corpo docente e discente, gastos financeiros, número de inscritos por unidade, relações candidatos/vagas, taxas de evasão, entre outras. Esses dados darão suporte aos indicadores de gestão para avaliação de políticas públicas em educação, sob a supervisão da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica/SETEC do Ministério da Educação/MEC.

A Plataforma é alimentada por meio da Rede de Coleta, Validação e Disseminação das estatísticas (Revalide), constituída por colaboradores dos registros acadêmicos locais, pesquisadores institucionais, dirigentes máximos (reitores, pró-reitores e diretores de campi) e a Diretoria de Desenvolvimento da Rede Federal da Setec. Duas capacitações foram realizadas em novembro e dezembro do ano passado.

Configuração

A Revalide alimenta os dados da Plataforma Nilo Peçanha, em um primeiro momento, através do Sistema Nacional de Informações (Sistec), Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siape) e Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi). A aplicação de um conjunto de regras de consistência garante a validade das informações coletadas, apontando eventuais incoerências, confirmando ou retificando os dados após justificativas dos colaboradores da Revalide, descartando por final as que não devem ser utilizadas para fins estatísticos, por razões de inconsistência ou falta de justificativa. A divulgação, a coleta e a validação dos dados da plataforma deverão ser feitas anualmente.

 Nilo Peçanha

O ex-presidente da República Nilo Peçanha é considerado o criador da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. De origem afrodescendente, nasceu em 1867 na cidade de Campos dos Goytacazes (RJ), filho de Sebastião de Sousa Peçanha, popularmente conhecido como Sebastião da Padaria, e Joaquina Anália de Sá Freire.

Nilo Peçanha formou-se bacharel em 1887 na Faculdade de Direito do Recife, centro de efervescência política e formação de grandes quadros no Brasil do século XIX. Esteve presente nas lutas de abolição dos escravos e na proclamação da República, assumindo uma cadeira na Assembleia Constituinte de 1890. Foi eleito vice-presidente do Brasil em 1909, assumindo o cargo de presidente por 17 meses com a morte de Afonso Pena.

Peçanha estabeleceu como meta de governo o desenvolvimento da educação profissional, criando as 19 Escolas de Aprendizes Artífices, o que deu origem um século depois à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Seu lema célebre se concretizaria, ao afirmar: “O Brasil de hoje saiu das academias, o Brasil de amanhã sairá das oficinas”.

Por Átila Bezerra