Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Notícias de destaques > IFCE tem primeira patente de invenção concedida pelo INPI
conteúdo

Notícias

IFCE tem primeira patente de invenção concedida pelo INPI

INOVAÇÃO

Atualmente, o Instituto possui cerca de 150 propriedades intelectuais registradas ou depositadas
última modificação: 26/05/2022 16h22

O Instituto Federal do Ceará (IFCE) deu mais um passo importante em sua trajetória de incentivo à inovação e ao desenvolvimento científico. A Instituição obteve o reconhecimento da patente de invenção para a pesquisa "Aperfeiçoamento Introduzido em Sensor Óptico para Medidas de Altas Correntes em Geração e Transmissão Elétricas", Trata-se da primeira concessão de patente para a Instituição. O documento nº BR 102014029540-2 foi expedido em 24/05/2022 pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

A pesquisa, cujo depósito de patente data de novembro de 2014, tem como um dos autores o professor José Wally Mendonça Menezes, atual reitor do IFCE. Ele falou sobre o estudo. "A técnica em si utilizada para sensoriar de forma ótica altas correntes em sistemas de geração e transmissão elétrica é uma característica da natureza física da luz. No nosso próprio Programa de pós-graduação em Engenharia de Telecomunicações e no laboratório de Fotônica temos uma série de aplicações que utilizam a luz como sensores, geradores de códigos e transmissores de sinais inteligentes, e a mesma técnica é aplicada para o sensoriamento aqui no caso de altas correntes - especificamente o que se analisa em interação da luz com a matéria e com os campos eletromagnéticos pelos quais passam essas correntes. Com isso nós detectamos desvios relacionados à polarização da luz, à frequência e ao espectro, por exemplo", disse o pesquisador. Também são autores da pesquisa os professores Agliberto Melo Bastos (IFCE) e Antônio Sergio Bezerra Sombra, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Wally destacou também que essa é uma das áreas que mais tem crescido na geração de novas tecnologias para aplicações diversas. "Nesse caso é para o setor elétrico, mas também vemos pesquisas nas áreas da saúde, inteligência artificial, telecomunicações e, inclusive, na área militar" complementou o gestor.

A diretora do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) do Polo de Inovação do IFCE, Sarah Mesquita, destaca que essa e outras pesquisas do IFCE podem ser encontradas na plataforma Vitrine Tecnológica - iniciativa hospedada no site do Polo. Lá, é possível consultar um amplo conjunto de projetos, a exemplo de depósitos de patentes de invenção e registros de software.

"O IFCE possui aproximadamente 150 propriedades intelectuais registradas ou depositadas, que podem ser consultadas na Vitrine Tecnológica. O processo de concessão das patentes é demorado e oneroso e, no caso desta agora concedida, foram anos gerindo e mantendo esse ativo. Assim, a concessão da patente premia os pesquisadores, a instituição e toda a comunidade acadêmica, uma vez que isso pode agregar valor financeiro à tecnologia protegida, potencializando sua chance de licenciamento para exploração comercial, o que gera receita, através de royalties, para o IFCE e também para os inventores. Desta forma, os valores arrecadados podem revertidos em investimentos para pesquisas que podem gerar novas tecnologias, assim alimentando o ciclo", disse Sarah.

Conheça a página do Polo de Inovação do IFCE, unidade que traz a marca de qualidade da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII). Lá, além de visitar a Vitrine Tecnológica, é possível também conhecer as ações de proteção da propriedade intelectual desenvolvidas no Instituto.

 

Dowglas Lima - Comunicação Social - Reitoria