Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Notícias de destaques > IFCE fatura 22 medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática
conteúdo

Notícias

IFCE fatura 22 medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática

OBMEP

Instituto registra crescimento em relação à última edição do evento; professores também foram reconhecidos
última modificação: 21/01/2022 16h53
OBMEP é uma das competições do conhecimento mais importantes do país

OBMEP é uma das competições do conhecimento mais importantes do país

Atualização: o campus Juazeiro do Norte, que aparece na lista da OBMEP como Cefet, também teve dois medalhistas de prata: os alunos Emanuel Percinio Gonçalves de Oliveira e Letícia Vieira da Silva, o que eleva o total de medalhas do IFCE para 22. O mesmo campus também obteve três menções honrosas, elevando para 63 o total desse tipo de premiação.

O Instituto Federal do Ceará (IFCE) obteve 22 medalhas e 63 menções honrosas na 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas (OBMEP). O resultado foi anunciado ontem (18), no site do evento.

O campus Fortaleza obteve quatro medalhas de prata e quatro de bronze. Destaque também para o campus Itapipoca, que teve quatro medalhistas, incluindo o estudante Enzo Vidoti Marinho, do curso técnico integrado em Edificações, que alcançou a medalha de ouro.

Também foram premiados os professores Clodomir Silva Lima Neto, de Itapipoca, e Jandean da Silva Lima, de Quixadá, este último campus também foi premiado como uma das escolas de destaque.  

A OBMEP teve duas fases - uma on-line, realizada entre julho e agosto de 2021, e outra presencial, em novembro do ano passado. A Olimpíada é uma realização da Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - IMPA, com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). a disputa é dirigida aos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e aos alunos do Ensino Médio, de escolas públicas municipais, estaduais e federais, e escolas privadas, bem como aos respectivos professores, escolas e secretarias de educação.

Dedicação que vale ouro

Do lugar mais alto no pódio, Enzo Vidoti Marinho comemorou o resultado, conquistado com muito esforço e dedicação. "Essa medalha teve uma importância especial para mim, pois é a primeira medalha de ouro que eu conquistei na OBMEP e também uma meta que eu tinha. Durante a pandemia, estudar se tornou um desafio e o período em que ocorreu a prova era mais desafiador ainda (vestibular, alguns atrasos gerados pela pandemia, outras atividades para além do IFCE)", disse o estudante.

Enzo conta que pensou em nem participar da olimpíada. "Eu não estava me sentindo preparado devido às questões acima, mas participei e acabei alcançando algo que eu não esperava. Essa é uma conquista que dá uma injeção de ânimo depois de tantas coisas que não deram certo ou que não ocorreram como deveriam. É como se novos ares começassem a soprar. Eu agradeço em especial aos meus amigos, professores e família, pois o apoio deles é muito importante para termos a coragem de continuar tentando alcançar objetivos maiores".

WhatsApp Image 2022-01-18 at 16.32.33 (1).jpg

Enzo Vidoti, de Itapipoca, alcançou o ouro (foto: arquivo pessoal)

O jovem, aliás, já é acostumado a obter bons resultados em competições do conhecimento. Foi medalha de bronze na OBMEP em 2018 e prata em 2019 - além de ter sido também medalhista e menção honrosa na Olimpíada de Matemática das Instituições Federais (OMIF).

Enzo Vidotti é o primeiro medalhista de ouro do IFCE na OBMEP oriundo do interior. Antes, outros seis alunos haviam conquistado o primeiro lugar na competição: Weslley Dourado Teófilo (2005 e 2006), Suelen Moura Costa (2005 e 2006), José Felipe Ribeiro Araújo (2007), Yuri Magalhães do Carmo (2008), Túlio Naama Guimarães Oliveira (2009) e Rubens Cainan Saboia Monteiro (2011).

Evolução notável

O IFCE obteve um significativo avanço em relação aos resultados obtidos na última edição da OBMEP, a de 2019 (o evento foi temporariamente interrompido na pandemia): na ocasião, foram três medalhas de prata (Fortaleza, Itapipoca e Aracati, cinco de bronze (três de Fortaleza e duas de Itapipoca) e 47 menções honrosas.

O professor Clodomir Silva Lima Neto, lotado no campus de Itapipoca, comemorou os resultados obtidos pelo Instituto, que cada vez mais valoriza esse tipo de competição. "Nós, enquanto professores do IFCE, encaixamos um horário extracurricular (seja via Extensão registrado ou não) para tentar preparar da melhor maneira possível. Por exemplo: nos reunimos em grupos de WhatsApp para incentivar a participar de várias olimpíadas do conhecimento, em especial, as de Matemática (Canguru, OMIF, OMIFCE, OBMEP)", disse o docente.

Clodomir ressalta que a Menção Honrosa é muito importante para os participantes também, na medida em que serve como motivador na busca por medalhas. "Esses estudantes estarão conosco por mais uma edição da OBMEP e de outras olimpíadas", disse o docente.

O professor Isaac Ricarte, do campus Fortaleza, é outro docente muito ligado à OBMEP. "É com grande alegria que recebemos os resultados do IFCE nesta edição, tanto pela conquista de uma medalha de ouro quanto pelo crescimento do número de medalhas. Isso mostra que o trabalho dos professores com as olimpíadas de matemática nos campi do IFCE está no caminho certo, o que nos estimula a continuar na busca por novos talentos, incentivando e preparando nossos estudantes para alcançarmos resultados cada vez melhores".

CONFIRA OS MEDALHISTAS DO IFCE NA 16ª OBMEP

Ouro

Enzo Vidoti Marinho (Campus Itapipoca)

Prata

Gerardo Mikael do Carmo Pereira (campus Aracati)
Eduardo Nunes Alves (campus Fortaleza)
Francisco José Gomes de Souza Júnior (campus Fortaleza)
Marcos Iuri Alves de Holanda (campus Fortaleza)
Vítor Soares Falcão Nobre (campus Fortaleza)
Carlos Cauê Rolim de Sousa (campus Itapipoca)
Laysa Maria Nascimento Lima (campus Itapipoca)
Emanuel Percinio Gonçalves de Oliveira (campus Juazeiro do Norte)
Letícia Vieira da Silva (campus Juazeiro do Norte)
Guilherme Barbosa de Souza (campus Quixadá)

Bronze

Beatriz Alves dos Santos (campus Caucaia)
Gustavo Miranda Costa (campus Cedro)
Lucas Freire Teodósio (campus Fortaleza)
Nicolas Pinheiro Gomes (campus Fortaleza)
Pedro Henrique Barbosa da Silva (campus Fortaleza)
Samuel Barros Rocha (campus Fortaleza)
Francisco Anderson Paulo Rodrigues (campus Itapipoca)
Amanda Kezia Ferreira de Lima (Limoeiro do Norte)
Arthur Fernandes Basílio (campus Maracanaú)
Leonardo Barbosa de Souza (campus Quixadá)
Lorenna Lúcio Lacerda (campus Tauá)

Clique aqui para conferir a lista completa dos medalhistas e menções honrosas.

Leia mais: IFCE conquista oito medalhas na OBMEP 2019

 

Dowglas Lima - Comunicação Social - Reitoria