Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Notícias de destaques > IFCE chega aos 111 anos com várias ações para apoiar a comunidade na pandemia
conteúdo

Notícias

IFCE chega aos 111 anos com várias ações para apoiar a comunidade na pandemia

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Aniversário da instituição coincide com a efeméride de 6 meses de aulas presenciais suspensas em função da Covid-19
última modificação: 21/09/2020 18h37

O Instituto Federal do Ceará (IFCE) chega a 111 anos de existência em meio a uma conjuntura completamente desafiadora ­­- a pandemia de covid-19 –, porém reafirmando a sua responsabilidade social e com centenas de ações para auxiliar a comunidade acadêmica e a sociedade cearense a superar a emergência internacional de saúde pública. A instituição fundada em 1909 sob o nome de Escola de Aprendizes Artífices faz aniversário nesta quarta-feira, 23, em meio a aulas remotas em seus 33 campi, em respeito às orientações de distanciamento social do Governo do Estado, para evitar a disseminação do novo coronavírus.

As ações do IFCE de enfrentamento e prevenção à pandemia começaram no último dia 16 de março, quando foram suspensas as atividades acadêmicas presenciais de forma emergencial, menos de 24 horas após a confirmação oficial dos primeiros casos da doença no Ceará. Desde então, estudantes, docentes e técnico administrativos já auxiliaram na produção e distribuição de 25 mil máscaras de proteção em todas as regiões do Estado – a grande maioria, trabalhando das próprias casas.

103892792_4531812613510983_9100726147994604625_o.jpg

Máscaras do tipo face shields estão entre os produtos fornecidos pelo IFCE a órgãos de saúde

Outra ação de destaque foi a produção de 15 mil litros de álcool 70%, produto essencial para prevenir a contaminação pela covid-19 e distribuído a mais de 50 instituições, entre hospitais e unidades de saúde em vários municípios, além de escritórios do Corpo de Bombeiros e da Cruz Vermelha. O IFCE ainda inovou com a invenção de robôs de desinfecção de ambientes hospitalares e de caixas de desinfecção para entrada de equipamentos nos campi de Fortaleza e Juazeiro do Norte, bem como macas de transporte de pacientes e participação em mutirões de conserto de respiradores para que estes voltassem a poder ser usados e, assim, ajudar a salvar vidas.

Reconhecendo as dificuldades diante da nova realidade do ensino remoto, o IFCE adquiriu 4.500 tablets para distribuir a alunos de baixa renda e sem equipamentos adequados para estudar em casa (dos quais 2 mil já foram entregues no 1º lote recebido). Para os que tinham dificuldades de conexão com a internet, cerca de 8 mil chips já foram distribuídos. Essas medidas foram tomadas para auxiliar os estudantes que optaram por aderir ao ensino remoto, que, porém, é opcional - ou seja, foi facultado aos alunos, caso preferissem, aguardar o reinício das aulas presenciais, o que ainda não tem data para ocorrer.
119451387_4984885131537060_431144336078702996_o.jpg

Tablets já estão sendo entregues, facilitando a ampliação do acesso ao ensino remoto durante a pandemia

O suporte aos discentes não parou por aí e foram criados auxílios-emergenciais, que contemplaram 3.617 estudantes de baixa renda. Além disso, foi mantida a concessão dos auxílios-moradia, alimentação, formação e discentes mães e pais. As ações incluíram também assistência psicológica a distância, que resultou em 2.182 atendimentos a alunos pelos psicólogos dos campi entre março e agosto (entre os cerca de 40 mil alunos do IFCE).

Logo no primeiro mês de suspensão das atividades acadêmicas presenciais, o IFCE também deu início à capacitação dos docentes em tecnologias para o ensino remoto, tendo sido contemplados 1.560 professores por meio de cursos a distância. Além disso, foram lançados os editais “Acreditar” e “Covid – fase 2”, para auxiliar pesquisadores e extensionistas que desenvolvem ações de enfrentamento da pandemia, bem como editais específicos de suporte às atividades virtuais dos Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabis) e dos Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas (Napnes).


Comunicação Social/reitoria