Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Notícias de destaques > Gestores avaliam 100 primeiros dias do novo ciclo de trabalho
conteúdo

Notícias

Gestores avaliam 100 primeiros dias do novo ciclo de trabalho

AVANÇOS

Reitor, pró-reitores, diretores sistêmicos e demais chefes prestam conta dos serviços
última modificação: 11/06/2021 13h48

Wally Menezes, reitor do IFCERecentemente, o novo grupo de gestão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) completou 100 dias de atuação. Um período relativamente curto, mas que já traz realizações significativas no âmbito dos mais variados órgãos da administração do Instituto, beneficiando todos os públicos da comunidade acadêmica.

O reitor Wally Menezes destaca que o objetivo de fortalecer ainda mais uma gestão participativa e dialógica já deu passos muito importantes. “Nossa gestão tem integração e união. Estamos preocupados com as pessoas, para que se sintam parte dos processos. Estamos dispostos a trabalhar com todos”, resumiu o gestor.

Abaixo, elencamos as principais ações realizadas nas pró-reitorias, órgãos sistêmicos e demais instâncias, no contexto desafiador do ensino remoto imposto pela pandemia do novo coronavírus e suas implicações sanitárias, logísticas e, sobretudo, socioeconômicas. Desafios que estão sendo superados com a força de trabalho do Instituto, liderada por uma equipe comprometida com o bem comum.

Pró-reitoria de Ensino (Proen)

Pró-reitora de Ensino, Cristiane BorgesA equipe da Proen vem enfrentando desafios sem precedentes desde que a pandemia do novo coronavírus começou a se impor sobre alunos e servidores, ainda em 2020, o que modificou drasticamente as rotinas do Instituto. No entanto, o trabalho continua, e as ações são muitas. A pró-reitora de ensino do IFCE, Cristiane Borges Braga, falou a respeito desse começo de gestão.

“Destacamos as ações conjuntas com a Proext e PRPI na construção de parcerias com instituições públicas e privadas, o lançamento de editais de incentivo ao ensino e outras ações. No diálogo com os setores de ensino e gestão pedagógica dos campi, levantamos demandas, ouvimos dúvidas e sugestões. Estruturamos o primeiro ciclo de formação - orientando também os gestores sobre a escolha de materiais didáticos. Aprovamos o regulamento dos cursos de Especialização Técnica e destaco também a publicação do edital de Monitoria 2021”

Ações elencadas pela Proen nos 100 primeiros dias:

Desenvolvimento de ações estruturadas e conjuntas com as Pró-reitorias de Ensino, de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação e de Extensão; reuniões para apresentação da nova gestão da Proen; participação em encontros pedagógicos; reuniões com os campi; participação das reuniões com os movimentos estudantis e sindicais; planejamento, em parceria com o DCS, Proext e PRPI, e participação nas atividades ao Dia Internacional das Mulheres; articulação com a Seduc para garantir condições necessárias de matrícula dos egressos nas IES, aprovadas no SISU; articulação com as universidades federais para alinhamento das documentações relacionadas às matrículas; edital de Monitoria 2021; planejamento do Programa de Avaliação Educacional do IFCE; retomada dos processos de alinhamento de matrizes dos técnicos; elaboração da Nota Técnica Práticas Profissionais Técnicos; aprovação do Regulamento de Especializações Técnicas; elaboração da Instrução Normativa PNLD/Biblioteca; planejamento do Ciclo de Formação; prospecção, em parceria com a PRPI e Proext, de oportunidades de programas de trainee e editais; reuniões, em parceria com a Proext, com os campi interessados na construção dos normativos relacionados à Educação de Jovens e Adultos; planejamento das ações da Proen para 2021; reuniões com a comunidade interna e externa para apresentação da nova gestão da Proen; participação em encontros pedagógicos: Crato, Cedro, Acopiara; reuniões individuais com os campi: Juazeiro, Itapipoca, Sobral, Maranguape, Quixadá, Crateús, Guaramiranga, Baturité, Camocim, Fortaleza, Tabuleiro, Jaguaribe, Acopiara, Maracanaú; levantamento e acompanhamento, junto com a Diretoria de Assuntos Estudantis, das condições de distribuição e demanda de chips e tablets;  participação de reuniões do Fórum de Desenvolvimento do Ensino (FDE) do IFCE; alinhamento das atividades de ensino concernentes ao Centro de Referência em Educação a Distância; acompanhamento nos processos de alteração da Tabela de Perfil Docente do IFCE; criação da Coordenadoria de Controle Acadêmico no campus Mombaça; reunião com Qualidata e descrição das novas demandas do IFCE; acompanhamento das demandas de condições de trabalho e contratação de novos tradutores e intérpretes de Libras (TILs), junto à Proext e Progep; participação das reuniões com NEABIs e NAPNEs; alinhamento das ações de integridade (IFCE e CGU); articulação com a Universidade Federal do Ceará (UFC) para alinhar documentos relativos a matrículas; detalhamento das orientações para os estágios de licenciaturas que ocorrerão de forma remota; acompanhamento e orientações sobre o ajuste nos PPCs (Projetos Pedagógicos de Cursos) da complementação da carga horária noturna na modalidade em EAD; acompanhamento e desenvolvimento das atividades vinculadas à Comissão de Heteroidentificação; retomada das ações para construção do Regulamento dos Estágios nas Licenciaturas, com nova comissão; planejamento e apoio ao evento PIBID–PRP; elaboração, publicação e acompanhamento do Edital de Monitoria 2021; planejamento do Programa de Avaliação Educacional do IFCE; formação dos integrantes das CTPs (Coordenações Técnico-pedagógicas) por meio de momentos de estudo; elaboração de regulamento com atribuições das CTPs; orientação para elaboração dos calendários letivos dos períodos de 2020.2 e 2021.1; orientação e condução dos editais de ingressos do período referente a 2021.1; diálogos com gestores de cursos técnicos; planejamento de eventos sobre ensino técnico BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e PNLD (Programa Nacional do Livro Didático); realização de encontros para estudos internos sobre DCN (Diretrizes Curriculares Nacionais); diálogos com gestores dos IFs para análise da situação dos integrados; diálogos com Seduc/Sedet para análise da situação dos integrados; retomada da atualização do Manual de PPC; início da atualização do Documento Norteador dos integrados; colaboração no planejamento do Workshop da Google/Ideias de Futuro; colaboração no edital do IF Empreendedor.

Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (PRPI)

Joelia Marques, pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e InovaçãoO IFCE sempre teve, na Pesquisa, na Pós-graduação e na Inovação, frentes de trabalho verdadeiramente estratégicas. A iniciação, produção e divulgação científicas, concretizadas no trabalho profícuo de pesquisadores e estudantes em geral, contribuem para que a sociedade tenha uma visão elevada do Instituto. E esse contexto se manteve forte nos 100 primeiros dias da gestão de Joélia Marques de Carvalho à frente da PRPI.

“Esses 100 primeiros dias foram marcados por muitas descobertas a respeito do funcionamento pleno da Instituição. Foi também uma fase decisiva para a construção de articulações junto aos gestores de Pesquisa, pois eles são um elo fundamental na execução de todos os projetos, mas também partimos para ações bem efetivas”, informou Joelia.

As ações destacadas pela equipe da PRPI:

Reuniões constantes com a Proen e Proext de forma a estabelecer um fluxo de trabalho harmonioso e operacional entre as 3 pró-reitorias; participação nas reuniões de apresentação junto aos campi do IFCE promovidas pela Reitoria; participação nos eventos promovidos no IFCE (Mês da Mulher, entrevistas, lives, etc); renovação do Conselho Editorial da Revista Conexões, com atualização do seu regimento já enviado para o CEPE/Consup; elaboração do Regimento da Editora do IFCE; início dos trabalhos da comissão de atualização do regimento da Pós-graduação stricto sensu; apoio no lançamento do primeiro edital de seleção do Programa de Doutorado do IFCE (Renoen); reunião com os coordenadores de Pós-graduação; reunião com os grupos olímpicos do IFCE; treinamento para novos gestores de pesquisa sobre a Plataforma NL; acompanhamento do período de avaliação quadrienal da Capes; lançamento dos Editais PIBIC, PIBITI e PIBIC Jr; elaboração de projetos de parcerias entre a Secretaria Municipal de Educação e os Programas de Pós-Graduação do IFCE (Profartes e Proefd); elaboração conjunta com os programas de pós-graduação (PGCTA e PPGER) dos projetos para o Edital Capes PDPG - Apoio ao Desenvolvimento da Região Semiárida Brasileira; reuniões com pró-reitores da UFC, UNILAB, URCA, UVA, UECE, UNINTA, UFCA e UNIFOR para atuação conjunta com a FUNCAP para os projetos PDPG – Apoio ao Desenvolvimento da Região Semiárida Brasileira; Reuniões com a UFRN para prospecção de Minter e Dinter; reuniões com a UFERSA para prospecções de novas Avaliações de Propostas de Cursos Novos (APCNs) em associação; reuniões com cientistas-chefes do estado do Ceará; reunião com os programas de Dinter em Geografia e Ciências Marinhas (LABOMAR); participação ativa nos Fóruns Nacionais de Pró-Reitores da Rede Federal (FORPOG); participação no Fórum Nacional de Pró-reitores (FORPROP); participação ativa nos Fóruns de Gestores de Inovação do Ceará; participação no Conselho Temático de Inovação e Tecnologia (Cointec); curso de Ferramentas Jurídicas para Inovação e demais ações do Programa Circuito; tratativas para acordo de cooperação entre o IFCE e a UESC para participação no Projeto The World Pendulum Alliance junto ao Campus Sobral; prospecção de parcerias com empresas nas áreas de TIC através da Lei de Informática (PPI); participação de reuniões estratégicas com a SEDET, SEDUC, Secitece e demais órgãos ligados ao desenvolvimento do estado e prefeituras; criação do Grupo de Pesquisadores em Hidrogênio Verde do IFCE; participação em reuniões para alinhamento das ações de integridade IFCE e CGU; aditamento dos Editais Covid 2020 e orientações gerais para condução de pesquisas durante a pandemia. Próximos passos a curto prazo: efetivação da Editora do IFCE, lançamento de outros editais e revisão dos editais de pesquisa atuais.

Pró-reitoria de Extensão (Proext)

Ana Uchoa, pró-reitora de ExtensãoElo fundamental na construção de um diálogo constante entre a Instituição e a sociedade, a Pró-reitoria de Extensão coleciona iniciativas exitosas ao longo de sua trajetória no IFCE. Ana Cláudia Uchôa, atual gestora da pasta, destaca que a equipe vem trabalhando para que esse contexto continue gerando conquistas cada vez mais expressivas – e que esse período inicial reforça isso.

“Temos muito a comemorar nesses 100 primeiros dias de gestão, a exemplo de ações conjuntas com as demais pró-reitorias, a construção de espaços de diálogo que vão constituir a Comissão de Direitos Humanos e os Núcleos de Gênero e Diversidade em parceria com a Diretoria de Assuntos Estudantis e a construção coletiva da Rede de Arte e Cultura do IFCE, envolvendo todo o nosso potencial humano”, disse a pró-reitora, destacando também o mapeamento de todos gestores ligados à Extensão. “Vamos seguir avançando, em um trabalho nunca solitário, e sempre solidário”, complementou Ana.

Ações elencadas pela Proext:

Mapeamento e atualização do perfil de todos os gestores vinculados à Extensão (incubadoras, estágios, Neabis, Napnes, etc.); diversificação das estratégias de comunicação da Pró-reitoria (Instagram e Facebook);  realização da 1ª Semana de Planejamento Interno da Proext e de momento semanal de planejamento com a equipe interna; implementação do Agro IF Nordeste e do edital IF Mais Empreendedor; atualização em andamento da Regulamentação Interna do Estágio; reuniões com todos os gestores vinculados à Extensão; diálogo prospectivo com diversas empresas, no sentido de viabilizar estágio e ações de formação complementar aos discentes e egressos; revisão em andamento do conteúdo da Proext no site institucional; reunião de apresentação mútua entre as equipes das Pró-reitorias de Extensão do IFCE e da UFC; construção do Planejamento das ações da PROEXT para 2021; participação no encontro pedagógico do campus Canindé; reunião com os TILs a fim de se discutir sobre as suas condições de trabalho, com a participação da Progep e Proen; reunião com o sindicato para debater a situação dos tradutores e intérpretes de Libras (TILs) na Instituição; reuniões com as comunidades externa e interna, para apresentação da Proext; diálogo com a Caritas Regional Ceará, reitor, Gabinete do reitor, Proen e Diretoria de Assuntos Estudantis sobre acordo de cooperação IFCE e  Caritas; reunião de planejamento da Feira de Agricultura Familiar; reunião de orçamento participativo da Proext; participação e articulação nas reuniões do Fórum de Pró-reitores de Extensão; composição da regional Nordeste do Fórum de Pró-reitores de Extensão, como vice-coordenação; planejamento e participação do evento alusivo às mulheres, juntamente com as demais pró-reitorias; participação na feitura e finalização do Regulamento das Especializações Técnicas; participação no Regulamento das Práticas Profissionais; participação nas reuniões de alinhamento das ações de integridade IFCE e CGU; participação em eventos institucionais diversos, internos e externos; reunião de atualização do Sigproext e FICemCasa; apoio à ação IFCE Solidário; organização do evento on-line Sei Usar, com a previsão de criação de outros eventos no mesmo formato; apoio à ação de extensão Cartas de um novo tempo; apoio institucioanal às ações AJA e C-Jovem; reunião com os docentes da área de artes do IFCE, para alinhamento de atividades; elaboração em andamento da publicação da Cartografia dos Neabis e Napnes; reuniões, em parceria com a Proen, com os campi interessados na construção da Política Institucional de Educação de Jovens e Adultos; articulações com a Unilab; participação em curso de extensão Povos Indígenas; articulações específicas para reunião técnica com Neabis; reunião de planejamento específico de ações dos departamentos e coordenações da Proext; acordo de cooperação entre a Proext e o Centro de Defesa e Promoção de Direitos Humanos (CDPDH) da Arquidiocese de Fortaleza; atualização da Carta de Serviços da Proext; elaboração de modelo de parecer para avaliação dos projetos SIGPROEXT; elaboração em andamento da Regulamentação de acolhimento de estágios externos à instituição, em parceria com a Progep e a Proen.

Pró-reitoria de Administração e Planejamento (Proap)

Reuber Saraiva, pró-reitor de Administração e PlanejamentoA Proap é um órgão decisivo, de apoio a todas as unidades do Instituto e, em tempos de restrições orçamentárias (que desafiam a educação em todo o país), ainda mais estratégico. Reuber Saraiva de Santiago, ex-gestor de Ensino do Instituto, assumiu a Proap com uma série de desafios impostos pelos contextos geral e pandêmico, e que estão sendo equacionados com a ajuda da competente equipe da pró-reitoria. Ele falou sobre seus primeiros 100 dias à frente da Administração e Planejamento.

“Fizemos algumas alterações na estrutura organizacional interna da Proap, levando o setor de orçamento para dentro da diretoria de Desenvolvimento Institucional, que está sendo fortalecida – tendo em vista que é um órgão de planejamento, que trabalha as metas da Instituição. A parte de Finanças e Contabilidade também foi alocada no contexto da Diretoria de Administração. Fizemos também estudos dos normativos, estatutos e regimentos e organizamos tudo em uma plataforma chamada Gestão IFCE, o que nos permitiu identificar a necessidade de alguns ajustes nos nossos normativos – e é nisso que estamos trabalhando agora”, disse Reuber, destacando também o uso de tecnologia para ampliar a transparência no acesso aos dados públicos de forma ainda mais eficaz.

Ações elencadas pela Proap:

A Diretoria de Desenvolvimento Institucional da Pró-reitoria de Administração e Planejamento ganhou um reforço na sua estrutura organizacional ao incorporar as atividades de gestão orçamentária as atuais atividades de Planejamento e Desenvolvimento Institucional. A partir da unificação do planejamento com o orçamento, a expectativa é que as ações anuais planejadas pelos campi e Reitoria estejam relacionadas ao orçamento disponível, resultando em um planejamento mais coerente com a capacidade de execução de cada unidade.

Para aperfeiçoar o controle dos documentos institucionais, a plataforma Gestão Proen foi transformada em Gestão IFCE. O objetivo é criar um grande repositório dos principais documentos emitidos pela Reitoria e Conselhos, de modo, a disponibilizar em um só lugar: portarias de alteração de estrutura organizacional; resoluções que tratam de instrumentos normativos, como regimento, resolução e regulamentos; edições do Relatório de Gestão e Plano de Desenvolvimento Institucional; e outros documentos relevantes. Todos os servidores do IFCE podem ter acesso aos documentos do Gestão IFCE para realizar as consultas que desejarem, para isso basta utilizar a matrícula SIAPE e a mesma senha de acesso do SUAP.

A Portaria n° 13.623 de 10/12/2019 do Ministério da Economia/Secretária de Gestão visa aperfeiçoar e implantar um modelo de gestão das contratações, por meio da implantação das Centrais de Compras. Nesse sentido, a Diretoria de Administração da Pró-reitoria de Administração e Planejamento conduziu os trabalhos para a formação das Centrais de Compras do IFCE. O resultado desse trabalho foi a elaboração do Plano de Centralização de Compras e Contratações Públicas, que culminou na criação de 9 (nove) Centrais de Compras: Reitoria, Capital, Região Metropolitana, Vale do Jaguaribe, Cariri, Sertão, Litoral, Inhamuns e Norte. As Centrais de Compras atenderão as demandas regionalizadas, bem como a realização de aquisições de bens e serviços de forma compartilhada, objetivando a economia de escala, padronização e racionalização dos custos com os processos licitatórios.

Elaboração e publicização do Relatório de Gestão 2020: Essa é uma ação que é costumeira do IFCE e que consiste na prestação de contas da gestão para com a sociedade e órgãos de controle. Nesse ano de 2021, a Diretoria de Desenvolvimento Institucional, conjuntamente, com o Departamento de Comunicação Social criou um espaço no site do IFCE voltado para a transparência das ações da gestão, incluindo a publicização do Relatório de Gestão 2020.

Ações em andamento: expansão do “IFCE em Números” de modo a incorporar informações relacionadas à Pesquisa e à Extensão; revisão do Estatuto e Regimento Geral; estudo da redistribuição das funções de coordenação de cursos, levantamento das despesas de caráter essencial ao funcionamento dos campi para fins de distribuição do orçamento; e conclusão da elaboração do projeto padrão de refeitório com 1500 m2 de área e capacidade de atendimento de 460 alunos concomitantemente.

Por fim, quanto às Centrais de Compras, houve a definição da agenda de licitações compartilhadas e sistêmicas no novo modelo de centralização das aquisições por meio de Centrais (nove Centrais: Capital, Reitoria, Litoral, Cariri, Sertão, Metropolitana, Inhamuns, Norte, Vale do Jaguaribe), objetivando a padronização das especificações, economia de escala e racionalização dos recursos humanos e financeiros na operacionalização das licitações do IFCE.

Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progep)

Marcel Mendonça, pró-reitor de Gestão de PessoasMarcel Ribeiro Mendonça também avalia positivamente os 100 primeiros dias da nova gestão do Instituto. À frente da Progep, ele se lançou a trabalhos que vão gerar frutos por muitos anos na trajetória da Instituição e deu passos importantes nessa fase inicial.

“Nesse primeiro momento, focados na implementação de ações voltadas para a correção de algumas questões no nosso quadro de pessoal. Trabalhamos bastante na contratação da empresa que vai organizar nosso concurso público. A ideia é que mudemos bastante o próprio processo de seleção de servidores. É um trabalho que requer muito planejamento interno. Também trabalhamos na reestruturação do quadro, com um estudo aprofundado sobre dimensionamento e distribuição de cargos efetivos nos campi e na Reitoria – estudo que permitiu enxergar muitas informações interessantes sobre a nossa força de trabalho”, destacou Marcel, adiantando que, no segundo semestre, a perspectiva é trabalhar mais a linha dos programas de benefícios aos servidores.

A equipe da Progep destacou as seguintes ações:

Atualização de políticas institucionais concluídas:

a) Atualização da Política de Desenvolvimento de Pessoas (Resolução 94/2019/CONSUP-IFCE), aguardando aprovação do CONSUP
b) Atualização da Resolução que regulamenta a remoção interna no IFCE (Resolução 15/2016/CONSUP-IFCE), aguardando aprovação do CONSUP
c) Regulamentação sobre a realização de Processos Seletivos Simplificados de forma remota;

Novos normativos em elaboração ou em fase inicial de estudos para consulta à comunidade acadêmica:
a) Atualização Emergencial da Carga Horária Docente, frente ao cenário de enfrentamento à COVID-19;
b) Regulamentar a criação de Encargos de Apoio à Gestão nos campi e na Reitoria.
c) Programa de Gestão para o Teletrabalho

Ampliação da força de trabalho

A Progep está conduzindo um estudo sobre a atual situação de composição da força de trabalho do IFCE, com base nos normativos vigentes. A perspectiva é de que, ao longo dos próximos anos, a pró-reitoria desenvolva um estudo de composição das equipes de trabalho. Inicialmente, o estudo está focado nos limites legais para provimento, mas a proposta é aprofundar o estudo, ouvindo as diversas categorias funcionais, no sentido de criar um modelo de alocação de servidores nos diversos campi.
a) Planejamento para execução de editais de remoção docente e TAE em junho/2021;
b) Contratação de banca organizadora para execução de concursos públicos para docentes e TAEs em 2021, com previsão para provimento em dezembro/2021;
c) Dar provimento à integralidade dos cargos vagos no IFCE, até a publicação do concurso;
d) Condução do processo de contratação de Tradutores e Intérpretes de Libras;

Qualidade de vida e desenvolvimento

a) Apoio da equipe do SIASS na realização de palestras sobre enfrentamento ao luto nos campi;
b) Prospecção de parcerias junto a fundações de apoio e ao Ministério de Educação para oferta de cursos de pós-graduação para servidores.

Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE)

Caroline Cabral, diretora de Assuntos EstudantisO IFCE sempre teve atenção especial com alunos carentes e em situação de vulnerabilidade social – e em uma pandemia, isso fica ainda mais agravado. Por isso o trabalho da equipe da Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE) se tornou mais decisivo para atender a esse público.

Com o trabalho incansável da equipe de Assistência Social, foi possível consolidar editais de auxílios emergenciais com regras claras e bem definidas, favorecendo os estudantes e suas famílias no período pandêmico. O grupo de profissionais dedicou inúmeras horas de trabalho à análise de documentos e informações sociais dos requisitantes, garantindo a alocação dos recursos de forma eficiente.

Ana Carolina Cabral Cristino, diretora de Assuntos Estudantis, destaca também o reforço no contato direto com as entidades representativas dos alunos. “Nos reunimos como movimento estudantil para ouvir os anseios da comunidade discente, ampliando o diálogo. Estamos finalizando o Edital Unificado de Auxílio Emergencial para dar suporte aos estudantes. Estamos em processo licitatório de aquisição de kits alimentação para os estudantes em situação de vulnerabilidade alimentar. Também iniciamos a formação dos Núcleos de Gênero e Diversidade”, diz Ana Caroline Cabral Cristino, diretora de Assuntos Estudantis.

Ações da DAE nos 100 primeiros dias da nova gestão do IFCE:

Intensifcar o diálogo sistemático entre o IFCE e entidades e órgãos representativos estudantis;

Implantar e estruturar o Núcleo de Estudos, Pesquisas e Ações em prol da Diversidade de Gênero e
Sexualidade (NEPEDS);

Nos 100 dias de gestão do prof. Wally, já foram feitas duas reuniões com Diretório Central dos Estudantes. Quanto ao Núcleo de Gênero, já foram feitas duas reuniões abertas à comunidade do IFCE para dialogar sobre a sua criação.

Diretoria de Gestão da Tecnologia da Informação (DGTI)

Danilo Reis, diretor de Gestão da Tecnologia em InformaçãoDanilo Reis assumiu a DGTI há cerca de 40 dias, mas já identificou pontos estratégicos que precisam de uma atenção especial. Nesses tempos em que a conectividade é a chave para a continuidade dos trabalhos em um contexto de distanciamento social, o setor de TI (já fundamental no processo de modernização atravessado pelo IFCE nos últimos anos) ganha ainda mais importância.

“Trabalhamos com a migração para a computação em nuvem, e já iniciamos contatos de parcerias com grandes provedores de serviço mundiais, como a AWS, a Google, Microsoft. Pretendemos treinar nossas equipes no âmbito das tecnologias desses gigantes, criando um programa de capacitação. Queremos atualizar, de um modo geral, a visão ampla de TI, com machine learning, Internet das Coisas e outras soluções – criando o máximo de soluções de autoatendimento e automatizando processos”, disse Reis.

Ações da DGTI

1. Iniciada parceria com Amazon Web Services (AWS);
2. Início de migração dos sistemas para nuvem
3. Iniciada parceria com empresa Salesforce
4. Pré-projeto smart Campus Sobral
5. Iniciada parceria com Google
6. Iniciada parceria com Iti (Itáu) para inclusão bancária dos alunos
7. Início de definição de processo interno de desenvolvimento de software
8. Piloto EAD Moodle na plataforma AWS
9. Piloto de sistema Salesforce para sistema de inscrição
10. Iniciado desenvolvimento de plataforma de solução de demandas das pro reitorias e campus por projetos internos dentro do IFCE.

Centro de Referência em Educação a Distância (Cread)

Igor Paim, diretor do CreadEm operação desde o dia 18 de março de 2021, o Cread representa uma das frentes mais promissoras do IFCE no sentido da ampliação do uso das tecnologias educacionais e no aumento do alcance do Instituto. O Cread tem realizado diversas ações, principalmente revisando resoluções e regulamentos em EaD.

O diretor do Centro, Igor Paim, explica que um dos projetos já preparados pela equipe é o lançamento de cursos Mooc (Curso Online Aberto e Massivo, do inglês Massive Open Online Course), em variadas áreas, que incluem áreas como Tecnologias Educacionais Digitais, Formação de Tutores, Produção de Videoaulas e outros. “Temos o compromisso ético e institucional de subir degraus em qualidade e implementar não só os cursos Moocs e híbridos, além de continuar os cursos com tutoria. Queremos ampliar a qualidade, a diversidade, o alcance e a capilaridade dessas capacitações, fortalecendo também os Núcleos de Educação a Distância nos campi”, disse Paim.

Ações destacadas pelo Cread:

- Conclusão do vestibular e da chamada pública para o curso a distância de Licenciatura em Matemática, semestre 2021.1 (Programa UAB).
- Conclusão de processo seletivo de professores formadores e tutores em EaD para atuar nos cursos a distância de Licenciatura em Matemática e Tecnologia em Hotelaria (Programa UAB).
- Realização, via Google Meet, da aula inaugural do curso de Licenciatura em Matemática.
- Realização, via Google Meet, de miniformação para tutores e formadores ligados ao Programa UAB.
- Início de discussões para atualização do Moodle para a versão 3.10.
- Planejamento, junto aos professores formadores, das disciplinas dos cursos de Matemática e Hotelaria (análise das matrizes de design educacional, atividades, avaliações, orientações de encontros virtuais, etc.).
- Produção de materiais didáticos (livros de disciplinas do curso de Matemática) - em processo de finalização
- Suporte aos usuários (AVA regular,  AVA Capacitação, Sistema  EaD Notas).
- Parceria com a prefeitura de Ouro Preto (MG) para o desenvolvimento de um curso de especialização.
- Tratativas de uma parceria com a UFC no âmbito da oferta da especialização em Tecnologias Educacionais
- Apoio ao Projeto Academia e Futebol - colaboração na seleção de equipe, produção de conteúdo e decisões acadêmico-pedagógicas com relação à oferta dos cursos.
- Realização de formação de Professor em EaD, na modalidade a distância, com carga horária de 40 horas, para docentes do Campus Quixadá.
- Realização da chamada e início do cadastro do Banco de Talentos da EaD.
- Participação em comissões para elaboração, análise e atualização de documentos normativos da EaD no IFCE e de outras demandas institucionais:
- Colaboração, principalmente no que se refere à EaD, na atualização da Resolução nº 100 - Criação, Suspensão de Oferta de Novas Turmas, Reabertura e Extinção de Cursos do IFCE.
– Elaboração do Manual de Disciplinas a Distância do IFCE.
- Colaboração na Comissão de Estudo, Análise e Emissão de Parecer sobre as Possibilidade de Realização das Atividades Acadêmicas do IFCE.
- Atualização do Portal do CREaD (em andamento).
- Estudos preliminares para criação de redes sociais do Cread.
 - Implementação do sistema de bloqueio automático de acesso de servidores ao Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) no respectivo horário de trabalho do servidor.
- o Centro também apoia diretamente a execução do projeto C-Jovem, que é um grande projeto interinstitucional (UFC, SENAI, Instituto Atlantico, Fecomercio e demais parceiros) e que formará 100 mil jovens em quatro anos, no campo da formação tecnológica.

Departamento de Comunicação Social (DCS)

Rebeca Casemiro, chefe do DCSDivulgar as realizações e oportunidades do IFCE, ampliando o alcance das vitórias de uma instituição centenária. Esse é o cerne do trabalho do Departamento de Comunicação Social (DCS) da Reitoria que, com a ajuda do trabalho de uma rede de comunicadores em todo o estado do Ceará, leva à comunidade as informações essenciais sobre o funcionamento do Instituto.

“Nesse momento a Comunicação está passando por um processo de avaliação e transformação, com estudos sendo feitos para que melhoremos o trabalho em rede. Já temos uma experiência em andamento nesse sentido com o Núcleo de Audiovisual (NAVI), que faz com que possamos realizar as transmissões de uma forma eficiente – trabalho que permite aos profissionais de Audiovisual aprimorarem suas rotinas, atendendo mais demandas. Queremos expandir essa lógica para outros serviços”, disse Rebeca Casemiro, chefe do DCS.

Assim como os demais setores, a comunicação foi impactada pelo contexto da pandemia. Produtos precisaram ser readequados, e outros novos surgiram, mas a missão principal seguiu: informar. Com a falta de atividades presenciais nos campi, cresceu o atendimento nas redes sociais, uma dos principais canais de contato do público com o IFCE.

Ações do DCS:

- Apoio a diversas lives relacionadas a atividades do Instituto;
- Atendimento ao público nos inbox e mensagens diretas do Instagram, Facebook e Twitter;
- Consolidação do Núcleo de Audiovisial (NAVI);
- Introdução da nova identidade visual do boletim informativo Por Dentro do IFCE;
- Estreia do programa de rádio IFCE no Ar nas plataformas digitais Spotify e Anchor, ampliando o alcance e a audiência;
- Lançamento do projeto Trampolim (parceria com a Diretoria de Assuntos Estudantis, série de vídeos sobre saúde emocional);
- Fortalecimento da TV IFCE (canal do Instituto no YouTube) com transmissões diversas.

 

Dowglas Lima - Comunicação Social - Reitoria