Você está aqui: Página Inicial > Juazeiro do Norte > Notícias > Encontro discute a educação ofertada nos Institutos Federais
conteúdo

Notícias

Encontro discute a educação ofertada nos Institutos Federais

A programação contou com palestras e oficinas realizadas no campus de Juazeiro
última modificação: 16/06/2017 09h29

O campus de Juazeiro do Norte do Instituto Federal do Ceará (IFCE) realizou nos dias 8 e 9 de junho um encontro sobre educação para professores e técnicos administrativos da instituição. A professora do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/ RJ), Elika Takimoto, conduziu a palestra que deu nome ao evento: “O desafio de educar nos Institutos Federais”.

A docente apresentou novas formas de ensinar, suscitou a reflexão sobre os conceitos de educação, ciências exatas versus ciências humanas, objetividade versus subjetividade. Elika destacou que é fundamental ter coragem para “sair da caixa” e fazer diferente. “Os alunos vêm a escola para se transformar, eu tenho que entender a pessoa, compreender porque o estudante quer fazer determinada coisa e não outra. Cada aluno é um universo e a relação professor-aluno deve ser uma relação de confiança”, disse.

A pedagoga e presidenta do Celp, professora Lindaura Pinheiro, falou sobre "Identidades juvenis e os desafios da contemporaneidade". Ela destacou a importância do acolhimento e afetividade no âmbito escolar."A palavra que move o mundo chama-se vontade e não há quem resista ao afeto.Há uma geração que precisa de nós, precisa de um olhar.Não basta ver, temos que reparar o aluno", explicou. 

De acordo com o diretor-geral do campus de Juazeiro, professor Guilherme Brito de Lacerda, a ideia é que os docentes façam um trabalho mais humanizado com os estudantes e repensem a prática pedagógica para tornar o processo de ensino-aprendizagem ofertado cada vez melhor. Além disso, ele salientou a importância da integração tendo em vista o desenvolvimento regional. Nessa perspectiva, participaram do Encontro Pedagógico servidores dos campi de Iguatu, Crato e Cedro. 

O evento teve ainda as oficinas de integração, que trabalharam relações interpessoais e o trabalho em equipe. A programação cultural contou com: Dextape, que mostrou como "Ciclope estava certo"; as servidoras do Programa Qualidade de vida, que apresentaram "Vidas que Dançam"; a banda cabaçal dos Irmãos Aniceto; e o Grupo Arca de Altaneira, que exibiu "A esperança do sertão".  
         
Sheyla Graziela - campus de Juazeiro do Norte