Você está aqui: Página Inicial > Iguatu > Notícias > Iguatu conquista ouro em Olimpíada de Agropecuária
conteúdo

Notícias

Iguatu conquista ouro em Olimpíada de Agropecuária

OBAP

A equipe participou de diferentes etapas, desde provas teóricas on-line até práticas presenciais e desafios culturais
publicado: 17/09/2018 15h25, última modificação: 18/09/2018 07h48

A equipe Agrocearense, composta pelos estudantes Bruno Vieira, Érica Araújo e Luiz Nunes do curso de Agropecuária do campus Iguatu do Instituto Federal do Ceará, conquistou a medalha de ouro, na modalidade Subsequente, na Olimpíada Brasileira de Agropecuária - OBAP

Sob a orientação do professor Alexandre Reuber, a equipe participou de diferentes etapas, desde provas teóricas on-line até práticas presenciais e desafios culturais.

Na edição de 2018, estiveram envolvidos cerca de 3 mil participantes de 25 estados brasileiros e outros dois países membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa: Angola e Portugal. Na fase presencial, 200 participantes de 16 estados estiveram no evento, em Bambuí - Minas Gerais.

Participaram, representando o campus Iguatu do IFCE nas modalidades Ensino Médio/Técnico Integrado e Subsequente, duas equipes (Agropositivo e Agrocearense), formadas por seis estudantes dos cursos de Agropecuária e Agroindústria.

Animação foi o que não faltou para essa turma que nos representou durante o evento promovido pelo IF Sul de Minas. Ao serem desafiados a apresentar algo cultural relacionado ao estado, as equipes participaram da abertura do evento cantando música referente ao Ceará e recitaram poesias de Bráulio Bessa e Patativa do Assaré.

O que é a OBAP?

A OBAP é uma competição científica nacional destinada aos alunos do curso Técnico em Agropecuária e demais cursos do Eixo Tecnológico Recursos Naturais. O objetivo do torneio é estimular o ingresso de jovens do Ensino Médio/Técnico Integrado, Concomitante e Técnico Subsequente em carreiras técnico-científicas e docente, incentivando a participação em atividades de iniciação científica e a produção de tecnologia, colocando-os em situações desafiadoras, estimulando a cooperação e a integração entre eles, retornando assim, para a sociedade brasileira, benefícios originados da melhoria no ensino público de nível médio e técnico ligados à agropecuária.

Por: Jakeline Leal - Relações Públicas do IFCE - campus Iguatu

Fotos: Divulgação