Você está aqui: Página Inicial > Fortaleza > Notícias > Projeto incentiva Produção Textual
conteúdo

Notícias

Projeto incentiva Produção Textual

Iniciativa atende alunos do bairro Conjunto Esperança
última modificação: 09/09/2016 09h21
Aulas são ministradas pelo professor Breves Filho.

Aulas são ministradas pelo professor Breves Filho.

Um novo grupo de 11 jovens, do Projeto Educacional VemSer, está no campus de Fortaleza do IFCE, participando de Oficina de Produção Textual Escrita com o professor de Língua Portuguesa, José Breves Filho.

Sendo mais uma ação de extensão da unidade, a oficina ajuda os estudantes a terem um bom desempenho na prova de Redação, durante o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ou Vestibular e, consequentemente, conquistarem uma vaga em uma universidade pública.

Amanda Silva, 18, hoje é aluna de Administração da UFC, mas antes de fazer o Enem e conquistar a nota 820 (a nota máxima é 1000) na prova de Redação, participou de uma das oficinas já ministradas em anos anteriores. "O método do professor Breves é bem simples e prático. Me ajudou muito a superar a dificuldade de fazer a introdução do texto", avalia ela.

Já Emaús Sousa, 20, participa, atualmente, pela primeira vez, da oficina e pretende alcançar uma boa nota para o Curso de História ou Letras em uma universidade pública. "O professor Breves explica muito bem. Tem sido uma ótima ajuda", elogia o estudante.

O professor José Breves Filho destaca que se sente muito satisfeito em vir contribuindo para a conquista das vagas desses jovens em universidades públicas. "A educação é, realmente, um fator transformador de vidas. Para mim, é uma honra poder participar de algo tão edificante".

O projeto
O VemSer é desenvolvido desde 2005,  tendo como foco preparar estudantes do Conjunto Esperança para o Enem e/ou vestibular. Para isso, professores voluntários, a maioria deles jovens do bairro que já cursam nível superior, ministram aulas de reforço nos fins de semana.

A oportunidade de ter uma vaga na Oficina de Produção Textual Escrita do Campus de Fortaleza vem sendo proporcionada como um prêmio aos jovens, que se destacam nos simulados realizados pelo projeto comunitário. As ações na área da Educação estão abrigadas num subprojeto, batizado de Aprendizes de Papel, explicam os coord