Você está aqui: Página Inicial > Aracati > Notícias > Professores de Aracati abordam turismo e gastronomia em artigos científicos
conteúdo

Notícias

Professores de Aracati abordam turismo e gastronomia em artigos científicos

PESQUISA

Enquanto divulgam seus estudos, pesquisadores refletem sobre situação do setor diante da pandemia
última modificação: 19/05/2020 15h06
Exibir carrossel de imagens Divulgação Eveline Porto faz doutoramento na Universidade de Aveiro, em Portugal

Eveline Porto faz doutoramento na Universidade de Aveiro, em Portugal

Temas que envolvem gastronomia, política pública e cadeia produtiva do turismo norteiam as pesquisas científicas dos professores Eveline Porto e Ícaro Coriolano, do IFCE campus de Aracati, imersos nas atividades do doutoramento que desenvolvem, respectivamente, na Universidade de Aveiro, Portugal, e  na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Frutos de seus estudos, eles publicaram recentemente artigos científicos em que discutem conceitos iniciais ligados ao tema, abordando a contribuição das políticas públicas e do patrimônio cultural gastronômico para o desenvolvimento do turismo. Em meio ao trabalho remoto e enquanto dão continuidade às suas teses, eles falaram ao site do campus sobre o teor dos estudos e também relataram as suas impressões e perspectivas para o setor nesse cenário de pandemia do coronavírus.

Em Turismo e Inovação Territorial: Um olhar na perspectiva gastronômica, a professora Eveline Porto busca relacionar o turismo e a inovação territorial a partir da associação à gastronomia como vetor de desenvolvimento turístico. Já o artigo Gastronomia e Desenvolvimento Turístico: uma revisão sistemática da literatura, teve como objetivo verificar e analisar a produção científica quanto ao papel da gastronomia no desenvolvimento turístico de um destino. Os artigos de Eveline foram publicados na Revista Research, Society and Development.

Para a autora, o intuito dos trabalhos é “compreender o papel da gastronomia em sentido mais amplo, para que em tempo oportuno sejam direcionados à realidade local, de modo a investigar como a gastronomia, enquanto recurso turístico,  pode atuar como protagonista para atrair turistas para certas áreas geográficas, como a Rota das Falésias do Ceará”. 

Quanto ao artigo do professor Ícaro Coriolano, intitulado  Políticas Públicas de Turismo na Legislação Federal e do Estado de Santa Catarina, analisa as políticas públicas de turismo sob a ótica do planejamento territorial, discutindo a relevância da legislação turística para o planejamento e gestão da atividade. Esse trabalho foi publicado na Revista Brasileira de Ecoturismo, periódico da Universidade Federal de São Paulo.

O pesquisador avalia que essas discussões têm importantes reflexos na realidade local. “As políticas públicas em nível federal contribuem para a organização do turismo em nível local, além de incluir a discussão da legislação de outro estado que também tem o turismo como atividade econômica, podendo servir de parâmetro para as políticas públicas locais”, considera.

Turismo e Pandemia

Os professores Ícaro Coriolano e Eveline Porto integram o corpo docente do eixo de Turismo, Hospitalidade e Lazer do campus de Aracati, que oferta os cursos de Tecnologia em Hotelaria, Técnico de Eventos e Guia de Turismo, um dos setores mais prejudicados pela pandemia do coronavírus. Para eles, essa situação se impõe como um desafio maior aos estudiosos da área. “É muito relevante estudar como o turismo pode se reerguer, a partir da gastronomia, levando esta a ser uma motivação primária”, propõe Eveline.  “Em tempos pós-pandemia, será muito importante assegurar o consumo de produtos típicos locais, focando na qualidade e higiene. Para a gestão do turismo estes produtos têm capacidade territorial de atrair demanda turística”, acrescenta ela.

Na avaliação de Ícaro Coriolano, diante do atual cenário, é necessário a união e um amplo debate entre os setores público e privado que compõem a cadeia produtiva do turismo “para encontrar soluções que garantam a sustentabilidade da atividade”.

Para o contexto local, por exemplo, ele  considera de grande importância realizar “um amplo debate, estudos e pesquisas que gerem indicadores para o planejamento das ações necessárias para a reorganização do turismo em Aracati.  Mais do que nunca será essencial o envolvimento da comunidade local nesse processo, de modo a compreender as atuais demandas geradas pelo contexto da pandemia e implementar as políticas públicas necessárias”, conclui o professor.

Elinaldo Rodrigues - Campus de Aracati