Você está aqui: Página Inicial > Acaraú > Notícias > Docente de Acaraú participa de GT sobre manguezais
conteúdo

Notícias

Docente de Acaraú participa de GT sobre manguezais

Pesquisa

O Grupo de Trabalho foi realizado na Escola de Guerra Naval com a parceria de Instituições militares e ambientais
última modificação: 11/12/2019 10h48
"Divulgação" Momento de debate e troca de experiências

Momento de debate e troca de experiências

A professora Rafaela Camargo Maia, Coordenadora do Laboratório de Ecologia de Manguezais – Ecomangue, do campus de Acaraú do IFCE, participou de uma reunião, entre os dias 6 e 8 de dezembro, na Escola de Guerra Naval, no Rio de Janeiro. A reunião, que contou com cientistas de todo país, foi convocada pelo Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil (MB), Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), a fim de discutir o derramamento de óleo na costa do Nordeste.

Os pesquisadores foram divididos em sete grupos de trabalho, que abrigaram questões como sensoriamento remoto, impacto socioeconômico e conservação dos mangues e praias atingidos pelo óleo. A professora Rafaela compôs o GT6 Manguezais, sob a liderança da Prof. Dra. Yara Schaeffer Novelli do Instituto Bioma Brasil/USP e com professores das Universidades da Paraíba, do Sul da Bahia e Espírito Santo.

Na ocasião, foram debatidas ações de curto, médio e longo prazos e delineadas ferramentas que poderão ser utilizadas no incidente sobre as manchas de óleo no litoral do País, agora e no futuro.