Você está aqui: Página Inicial > Acaraú > Notícias > Docente de Acaraú fará pós-doutorado na Espanha
conteúdo

Notícias

Docente de Acaraú fará pós-doutorado na Espanha

Pós-Doc

Rafaela Maia conseguiu aprovação em projeto no CNPq e estudará na Universidad de Vigo, Espanha
publicado: 22/01/2018 21h03, última modificação: 23/01/2018 08h35
Arquivo Pessoal Rafaela Maia tem desenvolvido inúmeras pesquisas sobre as áreas de manguezal

Rafaela Maia tem desenvolvido inúmeras pesquisas sobre as áreas de manguezal

Mais uma grande vitória e alegria para o campus de Acaraú do IFCE. A professora Rafaela Camargo Maia, da área de Ciências Biológicas da nossa unidade, teve mais um projeto aprovado pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). Por meio deste projeto, Rafaela garantiu uma bolsa de pós-doutorado no Departamento de Ecologia e Biologia Animal da Facultad de Ciencias del Mar/Universidad de Vigo, na Espanha. A professora doutora ficará por lá por volta de seis meses. A docente e pesquisadora já embarca em março deste ano.

O projeto da docente de Acaraú aprovado pelo CNPq tem como título "Avaliação dos efeitos sinérgicos de mudanças climáticas em ecossistemas estuarinos de latitudes temperadas e tropicais utilizando Littorinídeos (Mollusca: Gastropoda) como indicadores". Conforme a autora do projeto, o objetivo da pesquisa é "avaliar o efeito sinérgico de alterações climáticas futuras baseadas em previsões do IPCC (2013) em Littorinídeos de ambientes estuarinos de latitudes temperadas e tropicais por meio de estudos experimentais", destacou. Conforme Rafaela, o trabalho representa a primeira tentativa do entendimento de alterações climáticas futuras nos Littorinídeos estuarinos com foco nas diferenças latitudinais entre o Brasil e a Espanha.

Segundo Rafaela Maia, "conseguir essa bolsa para realizar o pós-doutorado num dos laboratórios mais importantes do mundo na minha linha de pesquisa é uma experiência única para aprofundar meus conhecimentos científicos, além de permitir a socialização de pesquisadores de diferentes instituições para a construção de uma pesquisa conjunta", destacou com muita satisfação a docente.