Você está aqui: Página Inicial > Acaraú > Notícias > Campus de Acaraú tem formado Pescadores Profissionais Especializados
conteúdo

Notícias

Campus de Acaraú tem formado Pescadores Profissionais Especializados

Extensão

Já foram formadas duas turmas; A formação, vinculada à teia da Extensão da unidade, é fruto de parceria do Instituto com a Marinha do Brasil.
última modificação: 30/04/2021 14h47
Edson Costa Antônio Wefleton ao lado do diretor-geral do campus de Acaraú, professor João Vicente

Antônio Wefleton ao lado do diretor-geral do campus de Acaraú, professor João Vicente

Oportunidade e crescimento profissional: é isso que o campus de Acaraú do IFCE tem oportunizado na formação de recursos humanos na área aquaviária por meio de cursos de formação inicial e continuada de Pescador Profissional Especializado (PEP). Já foram formadas duas turmas. A formação, vinculada à teia da Extensão da unidade, é fruto de parceria do Instituto com a Marinha do Brasil.

Esses pescadores profissionais concluíram 375 horas de aulas teórico-práticas, mediante Plano de Instrução do Mar, fazem jus à Caderneta de Inscrição e Registro da Marinha, o que lhes possibilita ascensão de carreira.

Um dos concluintes da formação, compondo a primeira turma da unidade, foi o pescador Antônio Wefleton, de 25 anos, residente em Itarema. O mesmo, que também é formado no curso Técnico em Pesca do campus, destacou que se sente privilegiado em poder concluir essa formação que lhe ajudará sobremaneira na sua atividade laboral. "Essa formação me ajudou muito em meu psicológico, pois estamos trabalhando em um ambiente confinado e precisamos sentir a nossa dor e de nosso companheiro, tendo por todos respeito, respeitando a natureza, que é algo de Deus, saber lidar com as adversidades, sem estresse, e aqui abriu nossa mente para melhor lidar com tudo isso", destacou.

Além disso, o egresso do campus pontuou a gama de conhecimentos técnicos adquiridos com a formação ministrada pelo IFCE, que lhe possibilitou aperfeiçoar sua prática laboral. "Tivemos uma boa base para como utilizar os equipamentos eletrônicos de salvatagem e demais equipamentos, como utilizar corretamente o colete, checar os extintores, como virar uma balsa, enfim, muitas informações importantes que são fundamentais para nós ao estarmos embarcados", disse.

Conforme Wefleton, a formação que teve no Instituto Federal foi consolidada e indicaria o campus para os jovens que buscam uma profissionalização. "Rendo meus agradecimentos aos profissionais que me ensinaram e a formação que tive aqui colaborou bastante para me ajudar a ser esse profissional que sou hoje", pontuou.

O diretor-geral do campus de Acaraú, professor João Vicente Mendes Santana, que é engenheiro de pesca e docente da área na unidade, ressaltou que Antônio Wefleton é um exemplo para os demais alunos dos cursos voltados à área da Pesca na unidade. "Isso nos enche de orgulho e estamos muito felizes, pois hoje é um exemplo, pois como os outros concluintes venceu as dificuldades, mas perseverou, concluiu o curso, foi habilitado, já está embarcado e, em breve, comandará sua própria embarcação da empresa em que trabalha e dele só recebo elogios", referenciou.

Para o gestor, exemplos como de Antônio Wefleton são sobremaneira positivos, uma vez que "mostra que estamos no caminho certo. Claro que é possível aperfeiçoarmos, mas mostra que estamos acertando dentro desse trabalho da educação profissional e tecnológica, especialmente na área da pesca", referenciou.

 Edson Costa - Acaraú