Você está aqui: Página Inicial > Acaraú > Notícias > Campus de Acaraú sedia seminário sobre zoneamento costeiro cearense
conteúdo

Notícias

Campus de Acaraú sedia seminário sobre zoneamento costeiro cearense

SEMINÁRIO

O zoneamento apresenta um diagnóstico do litoral cearense de forma participativa
última modificação: 29/08/2019 09h44
Edson Costa Momento foi de ricos debates
  • Edson Costa"> fotozeecsite.jpg

Momento foi de ricos debates

Alunos e docentes do campus de Acaraú do IFCE participaram, no dia 28 de agosto, de encontro da segunda etapa do Zoneamento Ecológico-Econômico da Zona Costeira do Estado (ZEEC). O seminário, realizado nas dependências do campus, teve como objetivo apresentar um diagnóstico do litoral cearense de forma participativa, interagindo com diversos segmentos da sociedade e escutando a população que habita e trabalha nos municípios do Extremo-Oeste cearense. O mesmo acontece nas diversas regiões do Estado.

Segundo o secretário do Meio Ambiente do Estado, Artur Bruno, o projeto do Zoneamento Ecológico e Econômico da Zona Costeira e Unidades de Conservação Costeiras tem o objetivo de "descrever a caracterização ambiental integrada da Zona Costeira do Ceará, a partir da utilização de geotecnologias e da obtenção dos resultados disponibilizados em um sistema de informações", pontuou.

Para Artur Bruno, o ZEEC constitui um grande instrumental de desenvolvimento para o Estado. "Com as novas informações, o Governo do Ceará terá mais elementos para atrair investimentos que promovam o crescimento econômico e o desenvolvimento sustentável. Os produtos do estudo também ajudarão no planejamento territorial e no estabelecimento de diretrizes para o zoneamento da faixa costeira do Estado", explicou.

A professora Rafaela Maia, da área de Ciências Biológicas do campus de Acaraú, destaca a importância do zoneamento costeiro, uma vez que "irá definir quais os usos e ocupações do solo, especialmente em nossa região, que sobrevive dos recursos advindos desse ambiente, daí a importância de todos participarem, sociedade civil organizada, poder público. Todos estamos aqui reunidos para construir uma proposta melhor para este zoneamento no Ceará, especialmente no nosso Município de Acaraú", declarou.

O professor Neuciano Oliveira também pontuou a importância do documento. "A partir desse zoneamento, serão definidas áreas prioritárias para o desenvolvimento da zona costeira, bem como serão delimitadas áreas de preservação ambiental. O zoneamento antecipa o que possa vir futuramente em relação a áreas prioritárias para desenvolvimento turístico, para desenvolvimento industrial e áreas que necessitam ser preservadas, afinal defendemos um desenvolvimento sustentável", disse.

O Seminário foi realizado pelo Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), em parceria com a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e apoio do Governo Municipal e entidades parceiras, onde foi apresentado um diagnóstico prévio do Litoral Cearense.