Você está aqui: Página Inicial > Acaraú > Notícias > Acaraú forma 1ª turma de Pescadores Profissionais
conteúdo

Notícias

Acaraú forma 1ª turma de Pescadores Profissionais

PARCERIA

Curso faz parte da teia da Extensão da Instituição
publicado: 10/10/2017 11h17, última modificação: 10/10/2017 16h20
Edson Costa Os pescadores junto aos professores e gestores

Os pescadores junto aos professores e gestores

O campus de Acaraú do IFCE realizou a solenidade de entrega das Cadernetas de Inscrição e Registro (CIRs) emitidas pela Marinha do Brasil à primeira turma de pescadores que concluíram o curso de Pescador Profissional Especializado (PEP), ministrado na unidade do Instituto mediante acreditação do órgão marítimo.

O evento ainda contou com apresentação artístico-cultural das crianças atendidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos na Colônia de Pescadores de Acaraú, mediante parceria com a Secretaria de Assistência Social do Município. Os concludentes ainda prestaram homenagem ao Segundo Sargento Walney, da Agência da Capitania dos Portos de Camocim, bem como ao professor João Vicente.

Conforme o pescador Wéfleton Sousa, é gratificante ter alcançado o fechamento deste ciclo e agora "ter mais conhecimento para seu dia a dia no mar, com uma navegação segura, com um conhecimento adquirido para por em prática no cotidiano e compartilhar com os companheiros de tripulação", destacou.

Para o responsável pelo Ensino Profissional Marítimo Pesqueiro do campus, professor João Vicente Mendes Santana, o sentimento é de dever cumprido. "É uma felicidade muito grande ver esta Instituição mais uma vez dar uma resposta à sociedade e formar profissionais tão necessários no mercado atual, que estão imbuídos da questão da Segurança da navegaçao, contribuindo este curso muito para a área que precisa desses profissionais", declarou.

Para o diretor-geral do campus, Márcio Bezerra, a formatura da primeira turma do curso PEP é um dos pontos altos na história do campus. "Este é mais um avanço, aumentando nosso portfólio de cursos, mediante parcerias importantes como a da Marinha, com uma ação direta e de impacto sobre a segurança no mar, indispensável para o trabalho e a qualidade de vida do pescador", disse.