Você está aqui: Página Inicial > Acaraú > Notícias > Acaraú forma mais de quarenta novos profissionais técnicos
conteúdo

Notícias

Acaraú forma mais de quarenta novos profissionais técnicos

Formatura

A Instituição formou técnicos nas especialidades de Aquicultura, Construção Naval, Eventos, Pesca e Restaurante e Bar
publicado: 04/12/2017 11h55, última modificação: 04/12/2017 11h56
David Rolim Formando Uggo em pronunciamento discente

Formando Uggo em pronunciamento discente

Foi com muita emoção que mais de 40 novos profissionais técnicos formaram-se, na noite de 29 de novembro, no campus de Acaraú do IFCE. Ao todo, a Instituição formou técnicos nas especialidades de Aquicultura, Construção Naval, Eventos, Pesca e Restaurante e Bar. À solenidade de formatura, presidida pelo Chefe do Departamento de Ensino da unidade, Francisco Araújo, que representou o diretor-geral, Márcio Bezerra, compareceram gestores, docentes, técnicos e familiares dos concludentes.

Entre os formandos, Uggo Fontenele, concludente do curso Técnico em Eventos. Ele que já atua na área, salientou que a formação adquirida no Instituto o auxiliará sobremaneira no seu cotidiano de trabalho. Quanto à formatura, definiu como momento de "emoção e alegria, após muita luta e perseverança", destacou.

Para Alexandre Batalha, concludente do curso Técnico em Construção Naval, na data festiva estava um contentamento só por ter "vencido os desafios e concluído com êxito o curso, sendo capaz agora de partir com qualidade e maestria ao mercado de trabalho com a competência adquirida na Instituição", pontuou.

Conforme a professora Elisângela Sousa, que foi paraninfa do curso Técnico em Restaurante e Bar, enfatizou estar muito feliz de participar de mais uma formatura e destacou o curso, que "vem dando certo no IFCE e se consolidando na região do Baixo Vale do Acaraú, uma região turística, que necessita muito desses profissionais", reforçou.

Para o Chefe do Departamento de Ensino, Francisco Araújo, a cada formatura, o IFCE lança ao mundo do trabalho "pessoas qualificadas capazes de aplicar o que aprenderam com maestria, uma vez que os profissionais aqui formados, além do conhecimento técnico, passaram por uma formação humanizada e aqui desenvolveram uma série de competências e habilidades importantes para a sua vivência no mercado que se apresenta", enfatizou.