Você está aqui: Página Inicial > Sobre o IFCE > Sobre nós

Sobre nós

por geila publicado 18/03/2015 16h22, última modificação 20/03/2015 13h54

Sumário

topo

Apresentação

sumário

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) tem hoje 25 unidades, distribuídas em todas as regiões do Estado, sendo 23 campi efetivamente implantados, localizados nos municípios de Acaraú, Aracati, Baturité, Camocim, Canindé, Caucaia, Cedro, Crateús, Crato, Fortaleza, Iguatu, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Morada Nova, Tabuleiro do Norte, Tauá, Tianguá, Quixadá, Sobral, Ubajara e Umirim, e dois campi avançados em implantação, nos municípios de Guaramiranga e Jaguaruana.

Em agosto de 2011, o Ceará foi contemplado com mais seis novos campi do instituto federal, a serem instalados nos municípios de Acopiara, Boa Viagem, Horizonte, Itapipoca, Maranguape e Paracuru, todos já em processo de implantação. Assim, o Estado chegará a 31 unidades do IFCE, instituição que se pauta pela oferta de uma educação inclusiva e de qualidade, com foco no desenvolvimento social e econômico das regiões onde estão localizadas. Os trabalhos de instalação dessas novas sedes se iniciaram com a mobilização das respectivas prefeituras, com vistas a promover uma discussão acerca da demanda local por cursos superiores e técnicos, processo decisório que igualmente envolve toda a comunidade.

A ampliação da presença do IFCE no interior do Estado atende a meta do programa de expansão da rede federal de educação profissional e tecnológica e leva em consideração a própria natureza dos institutos federais, no que diz respeito à descentralização da oferta de qualificação profissional, cujos propósitos incluem o crescimento socioeconômico de cada região e a prevenção ao êxodo de jovens estudantes para a capital.

Folders Institucionais

sumário

História

sumário

Criado oficialmente no dia 29 de dezembro de 2008, pela Lei nº 11.892, sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Instituto Federal do Ceará congrega os extintos Centros Federais de Educação Tecnológica do Ceará (Cefets/CE) e as Escolas Agrotécnicas Federais dos municípios de Crato e de Iguatu.

As raízes da instituição remontam ao começo do século XX, quando o então presidente Nilo Peçanha, pelo Decreto nº 7566, de 23 de setembro de 1909, instituiu a Escola de Aprendizes Artífices. Ao longo de um século de existência, a instituição teve sua denominação alterada, primeiro para Liceu Industrial do Ceará, em 1941; depois para Escola Técnica Federal do Ceará, em 1968. No ano de 1994, a escola passou a chamar-se Centro Federal de Educação Profissional e Tecnológica do Ceará (Cefet/CE), ocasião em que o ensino foi estendido ao nível superior e suas ações acadêmicas, acrescidas das atividades de pesquisa e extensão. Assim, estavam fincadas as bases necessárias à criação do Instituto Federal do Ceará. 

A nova instituição tem forte atuação nas áreas da pesquisa e da extensão, com foco especial nas linhas atinentes às áreas técnica e tecnológica.

Linha do tempo (JPG) 103.94 KB

Expansão

sumário

Mais de cem anos de história marcam a evolução da educação profissional e tecnológica no Brasil. Em 2005, com a publicação da Lei nº 11.195, foi lançada a primeira fase do Plano de Expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, com a construção de 64 novas unidades de ensino.

 Em 2007, a segunda fase do mencionado plano, que incluiu a criação de 150 novas unidades, totalizou 354 campi, elevando o contingente de alunos matriculados de 215 para 500 mil. Com a implantação das novas unidades da terceira fase da expansão, em 2014, a mencionada rede totaliza 562 estruturas de ensino em 512 municípios do Brasil.

 Os institutos federais equiparam-se às universidades federais em termos de funcionamento, de fomento à pesquisa e da prática de ações de extensão, contando, para tanto, com o apoio dos programas ministeriais. Além dessas prerrogativas, os institutos federais foram também dotados de autonomia para gerenciar orçamento de custeio, alterar grade de oferta de cursos, registrar diplomas e certificar competências profissionais.

 O Instituto Federal do Ceará está presente em todas as regiões do Estado, atendendo atualmente cerca de 20.500 estudantes, por meio da oferta de cursos regulares de formação técnica e tecnológica, nas modalidades presenciais e a distância. São oferecidos cursos superiores tecnológicos, licenciaturas, bacharelados, além de cursos de pós-graduação, mais precisamente, especialização e mestrado.

 Em franco processo de crescimento, conforme previsto no plano federal de expansão da educação profissional e tecnológica, hoje, o IFCE mantém 84 cursos técnicos e 63 cursos superiores, entre graduações tecnológicas, bacharelados e licenciaturas, além de 16 pós-graduações (11 especializações e cinco mestrados). O quadro de pessoal da instituição, conforme dados atualizados até o junho de 2014, ultrapassa 2.100 servidores. 

 Completando as ações voltadas à profissionalização no Ceará, foram implantados mais 50 Centros de Inclusão Digital (CIDs) e dois Núcleos de Informação Tecnológica (NITs), em parceria com o Governo do Estado, com o propósito de assegurar à população do interior o acesso ao mundo virtual.

 O IFCE coordena também o programa de Educação à Distância no Estado, ora com 22 polos espalhados em municípios cearenses, ofertando, via rede, cursos técnicos, tecnológicos e de formação profissional para não docentes, respectivamente por meio dos projetos Universidade Aberta do Brasil (UAB), Escola Técnica Aberta do Brasil (E-TEC Brasil) e Programa de Formação Inicial em Serviço dos Profissionais da Educação Básica dos Sistemas de Ensino Público (pró-funcionário). 

Distribuição dos Campi

sumário

Em funcionamento:
Campi convencionais (23):

  • Acaraú
  • Aracati
  • Baturité
  • Camocim
  • Canindé
  • Caucaia
  • Cedro
  • Crateús
  • Crato
  • Fortaleza
  • Iguatu
  • Jaguaribe
  • Juazeiro do Norte
  • Limoeiro do Norte
  • Maracanaú
  • Morada Nova
  • Quixadá
  • Sobral
  • Tabuleiro do Norte
  • Tauá
  • Tianguá
  • Ubajara
  • Umirim

 

Em implantação:
Campi convencionais (6):

  • Acopiara
  • Boa Viagem
  • Horizonte
  • Itapipoca
  • Maranguape
  • Paracuru

 

Campi avançados  (2)

  • Guaramiranga
  • Jaguaruana

 

 

Contato

sumário

Instituto Federal do Ceará
Reitoria
Av. Rui Barbosa, 2847 - Joaquim Távora, CEP: 60115-222
Fone: (85) 3401.2500
Fax: (85) 3401.2323