Você está aqui: Página Inicial > Noticias > Notícias de destaques > Polo de Inovação IFCE fecha mais duas parcerias

Notícias

Polo de Inovação IFCE fecha mais duas parcerias

SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS

Unidade investe em projetos com soluções tecnológicas para fortalecer relação com o setor produtivo
publicado: 17/05/2017 17h56 última modificação: 19/05/2017 10h39
Assinatura do convênio com empresas para assessoramento na área de sistemas embarcados

Assinatura do convênio com empresas para assessoramento na área de sistemas embarcados

Depois de fechar parceria com a Bematech, multinacional com sede em Curitiba (PR) que opera no Brasil, Argentina, Chile, México, Estados Unidos, Portugal, Taiwan e China na comercialização de equipamentos de comunicação, informática e na prestação de serviço desses segmentos, o Instituto Federal do Ceará, por meio do Polo de Inovação Embrapii Fortaleza, assinou, na segunda-feira (15), mais dois contratos com as empresas cearenses Rubert Tecnologia e Invista Tecnologia, ambas interessadas em soluções inovadoras na área de sistemas embarcados e de mobilidade digital.

A solenidade de assinatura dos contratos contou com a presença do reitor Virgílio Araripe, que aproveitou para destacar o empenho da direção do Polo no sentido de aumentar as parcerias com o setor produtivo e, consequentemente, contribuir com o desenvolvimento do Ceará. "Temos pesquisadores qualificados que estão trabalhando para apresentar soluções para resolver dificuldades enfrentadas pelas empresas na área de inovação e tecnologia", pontua. Participaram, também: Rafael Cruz Rubert e Francisco Lielton Lopes Marcelino, representantes das parceiras Rubert Tecnologia e Invista Tecnologia, respectivamente, bem como a diretora-geral do Polo de Inovação, Cristiane Borges.  

O coordenador do Projeto da Rubert Tecnologia, Jorge Fredericson de Macêdo Costa da Silva, explica o que será feito para a empresa: "O projeto a ser desenvolvido visa tornar um produto mais acessível em relação aos disponíveis hoje no mercado, bem como agregar um software de gestão. Espera-se, ao final do projeto, não só a criação de um produto, mas iniciar toda uma cadeia de produção tanto de hardware quanto de software em torno da proposta", afirma.

Carlos Mauricio Jaborandy de Mattos Dourado Junior, coordenador do projeto da Invista Tecnologia, destaca que a atividade em elaboração solucionará problemas de uma forma antes possível apenas com aplicações mais caras e complexas. "Traremos ao mercado cearense uma alternativa eficiente e acessível às empresas, desenvolvido com as tecnologias mais atuais e com suporte local", ressalta.