Você está aqui: Página Inicial > Crato > Notícias > Crato incentiva pesquisas na área de ciências exatas aplicadas

Notícias

Crato incentiva pesquisas na área de ciências exatas aplicadas

CRATO

Objetivo também é integrar os trabalhos dos pesquisadores do campus
publicado: 17/07/2017 14h47 última modificação: 17/07/2017 15h13
Exibir carrossel de imagens Em junho, o grupo realizou um workshop para apresentar as pesquisas desenvolvidas

Em junho, o grupo realizou um workshop para apresentar as pesquisas desenvolvidas

Criado em 2010, mas atuando com a composição atual desde fevereiro de 2017, o Grupo de Pesquisa em Ciências Exatas Aplicadas (GCEA) do campus de Crato do IFCE traçou objetivos importantes para o futuro: incentivar a pesquisa entre os estudantes, integrar os projetos realizados no campus e, claro, aplicar na prática o conhecimento teórico que envolve as ciências exatas.

É o que explica o coordenador do grupo, o professor Guilherme Esmeraldo, da graduação em Sistemas de Informação: "O grupo tem uma missão muito importante, que é a aplicação dos trabalhos científicos. A ideia é promover a ciência num nível mais alto, e que todos os resultados desses trabalhos possam ser utilizados para o bem-estar social".

O GCEA conta com professores de ramos diferentes das ciências exatas, como matemática, física, computação e robótica. Para Esmeraldo, essa multidisciplinaridade é um dos pontos fortes: "Como nós temos professores de diferentes linhas de pesquisa e a gente está sempre em contato e discutindo os temas, é interessante para aprofundar um pouco mais e ter um feedback do desenvolvimento do trabalho mais rápido. Os projetos ganham muito por ter uma avaliação por diferentes óticas".

Workshop
No início de junho, os integrantes do grupo se reuniram no I Workshop de Ciências Exatas Aplicadas, realizado no dia 8. Segundo o professor Esmeraldo, o objetivo era apresentar as pesquisas produzidas por professores e estudantes da área. Trabalhos como um jogo educativo para auxiliar no ensino de agroecologia e uma pesquisa sobre aquecimento de água para uso doméstico com energia solar foram apresentados durante o evento.

Aluno do curso de Sistemas de Informação, Rennan Teles apresentou, orientado por Esmeraldo e junto a alguns colegas, uma iniciativa ainda em fase inicial: o estabelecimento de um sistema online para realizar análises estatísticas que possa ser utilizado por pesquisadores e grupos de pesquisa da região do Cariri. Para ele, o workshop traz experiências positivas: "Eventos como esse são importantes para treinar a questão da oratória e da apresentação em público. Essa experiência é muito válida para o aluno de graduação."

Agora na graduação, Rennan também fez o curso técnico integrado em informática para internet que é oferecido pelo campus. Ele tem contato com a pesquisa desde essa época e conta que isso o ajuda a ter uma visão mais crítica do mundo: "A experiência de pesquisa me ajudou e me ajuda muito nesse quesito de ver as coisas com um olhar diferente, de sempre questionar determinadas coisas e ter uma visão mais ampla sobre tudo, principalmente nessa área que a gente tá trabalhando agora, que é a estatística".

Os resumos dos trabalhos apresentados no I Workshop de Ciências Exatas Aplicadas estão disponíveis no site: www.gcea-conf.org.