Você está aqui: Página Inicial > Crato > Notícias > Feira agroecológica movimenta campus do Crato

Notícias

Feira agroecológica movimenta campus do Crato

Evento faz parte das atividades da Semana do Meio Ambiente
publicado: 02/06/2016 12h00 última modificação: 02/06/2016 13h18
Exibir carrossel de imagens Foto: Mariana Caselli Hortaliças e legumes estavam à venda.

Hortaliças e legumes estavam à venda.

A manhã de quinta-feira (02/06) foi animada no campus de Crato do IFCE. Como parte das atividades da décima edição da Semana do Meio Ambiente (Semeia), o campus recebeu uma feira agroecológica. Sucos, polpas, bolos, doces, caldo de cana, mel, hortaliças, legumes e verduras estavam à venda nas barracas de produtores. O evento contou ainda com a apresentação da banda Bakulejo, formada por estudantes do ensino médio, e declamação de cordéis e poesias.

Em uma das barracas estava Damiana Vicente, estudante do curso técnico subsequente em Agropecuária. Ela é agricultora familiar e trouxe parte da produção para vender na feira. A importância da agricultura familiar é destacada por ela, cuja família produz para a venda e para consumo próprio. "Isso tem melhorado nossa renda e diminuído nossas despesas com alimentação. Nós só compramos realmente aquilo que não produzimos. A agroecologia torna as pessoas independentes, melhora a renda e impulsiona as pessoas a produzirem, investirem na sua propriedade."

A servidora Edvânia Leite Rodrigues aprovou a iniciativa da feira. Para ela, que saiu com a sacola cheia, a preocupação com a saúde é a principal motivação para consumir produtos agroecológicos. "A gente acredita que esses produtos sem agrotóxico, sem essa química toda, vão garantir uma melhor qualidade de vida. A feira ajuda também a valorizar o pequeno produtor."

As várias atividades diferentes promovidas pela Semeia empolgaram Queisla Erissa e Janayna Silva, alunas do primeiro ano do curso técnico integrado em Agropecuária. "São coisas novas que a gente pode aprender, além do entretenimento. O tema também é importante para a gente conhecer melhor o meio ambiente e saber dos nossos deveres", diz Queisla.

A programação da Semeia, que debate os temas agroecologia e agricultura familiar, se encerra na sexta-feira (03/06) com oficinas de produção de defensivos agrícolas naturais e de mudas de plantas nativas.