Você está aqui: Página Inicial > Crato > Notícias > Exposição de peixes ornamentais encerra Semana de Zootecnia

Notícias

Exposição de peixes ornamentais encerra Semana de Zootecnia

Evento do IFCE Crato celebrou os 50 anos do curso no Brasil
por publicado: 13/06/2016 08h49 última modificação: 13/06/2016 09h18
Exibir carrossel de imagens Minicurso de equoterapia chamou a atenção dos estudantes.

Minicurso de equoterapia chamou a atenção dos estudantes.

O último dia da V Semana de Zootecnia do  campus do Crato do IFCE contou com uma atividade especial: uma exposição de peixes ornamentais. Cerca de dez expositores da região do Cariri expuseram seus peixes na última quinta-feira, 9 de junho. Segundo o professor Messias Alves, coordenador do curso de Zootecnia do campus e um dos organizadores do evento, a exposição faz parte de esforços para fomentar a criação desse tipo de peixe na região.

Um dos expositores, o artista plástico Genivan Brasil, cria peixes há mais de quinze anos e aprovou a iniciativa. "Eu acho legal que haja um espaço para divulgar o aquarismo. Quem vê um peixe-beta pela primeira vez fica admirado com a coloração, existem mais de oitenta possibilidades de cores nesses peixes de água doce." Ele acredita que, graças ao interesse pela criação de peixes, as pessoas podem se envolver mais com temas como preservação da natureza.

Zootecnia na prática

Para os estudantes, um dos pontos altos da quinta edição da semana foram os minicursos. Do já conhecido julgamento de ovinos e caprinos até o pouco falado uso da estatística na Zootecnia, as atividades buscaram abranger diferentes áreas e animais com os quais a Zootecnia trabalha, como bovinos, cavalos e ovinos.

A estudante Letícia Rodrigues participou do minicurso de equoterapia, técnica inovadora que requer a presença de um psicólogo, um fisioterapeuta e um equitador, que conduz o cavalo. "Foi muito bom participar desse curso. É ótimo poder proporcionar a uma pessoa com deficiência física a sensação de andar, além de ajudar pessoas que estão se recuperando de traumas", diz Letícia.

Balanço

Com palestras focadas no mercado de trabalho e na ética profissional, além de minicursos que priorizaram a parte prática da Zootecnia, o evento foi uma oportunidade para o estudante complementar a formação. É o que explica o professor Alves: "É um momento de extrema importância para a formação do aluno, em que ele vai ter uma vivência maior sobre o que é realmente o mercado de trabalho. É o momento em que ele vai discutir seu conhecimento na prática."

Além dos estudantes do campus do Crato, participaram do evento representantes de Urca, UVA, UFCE e do campus Crateús. O tema desse ano, "Zootecnia 50 anos: fortalecendo o campo e alimentando a cidade", marcou o aniversário de fundação do curso no país.

registrado em:
Assunto(s): Zootecnia