Você está aqui: Página Inicial > Crato > Notícias > Campus de Crato forma time da Enactus

Notícias

Campus de Crato forma time da Enactus

Organização traz novos conhecimentos para os alunos e mudanças para as comunidades
publicado: 15/12/2016 07h55 última modificação: 15/12/2016 09h21
Time do campus conta com 11 estudantes

Time do campus conta com 11 estudantes

Estudantes do ensino superior do IFCE campus Crato tornaram oficial um time da Enactus no fim do mês de novembro. Liderado pelo estudante Anderson Santos, que cursa Sistemas da Informação, o time tem como conselheiro o professor Talles Brito e é composto por mais onze estudantes, dos cursos de Sistemas da Informação e de Zootecnia. O grupo funciona de maneira independente, e os estudantes são responsáveis por elaborar e implementar projetos, além de gerenciar a equipe que os desenvolve. A Enactus é uma organização internacional, e os times formados funcionam de maneira semelhante a uma pequena empresa, mas o foco é o empreendedorismo social. Os representantes da organização no Brasil oferecem suporte e treinamento aos times de todo o país, além de lançarem editais para financiamento dos projetos pensados pelos estudantes.

Anderson Santos, que foi escolhido como líder do time, conta que o fator decisivo para o surgimento da equipe foi a participação de alguns alunos do campus no I Fórum de Inovação e Empreendedorismo, que ocorreu na Universidade Federal do Cariri. "Tivemos contato com vários integrantes da Enactus e do time de lá, e eles nos incentivaram a participar e nos apoiaram nos primeiros passos para formação do time", conta Anderson.

No Ceará já existem equipes da Enactus em outras instituições de ensino superior, como a UFCA, a Unileão, Unifor, UVA e outros campi do IFCE. Para o professor Talles Brito, o principal objetivo é desenvolver um elo mais forte entre o IFCE Campus Crato e as comunidades locais da região do Cariri. "Desenvolvendo projetos que visam a melhorar as condições de vida de comunidades da região, os estudantes se tornam transformadores sociais. Eles têm a oportunidade de vivenciar a execução de projetos e aplicar o conhecimento da graduação, com preocupações que envolvem liderança, marketing e finanças, e o melhor de tudo é que os projetos geram resultados que podem impactar a vida de pessoas da comunidade", diz Talles.

O professor conta também que Anderson e Rennan, estudantes que foram os motivadores iniciais para a criação do grupo, foram os mesmos que o convidaram para ser o primeiro professor conselheiro do time. "Estou bastante animado com a experiência, é uma oportunidade de aplicar meu conhecimento em Ciência da Computação para melhorar a vida das pessoas. O time pode ter mais de um professor conselheiro, então fica aberto o convite para outros professores e professoras do campus que queiram participar e possam incentivar e trazer ideias para o time".

O líder do grupo, Anderson, diz que acredita no potencial da organização Enactus, e que participar dessa iniciativa trará grande enriquecimento de vida para ele e seus colegas. "Espero responder às expectativas dos participantes do time, porque eles que me escolheram para liderar. Também quero que nossos projetos tenham um grande impacto na sociedade. A Enactus proporciona treinamentos para que os times tenham um bom desempenho nas competições, oferece aos participantes um conhecimento acadêmico mais amplo, indo além do conteúdo do seu curso. E como os times são formados por estudantes de áreas diferentes, tem uma troca de conhecimento que dificilmente vejo acontecer na graduação", afirma.

Primeiro contato
Em junho deste ano, estudantes dos cursos de Zootecnia e Sistemas se uniram e criaram o aplicativo Sismant, que tem como objetivo facilitar o manejo nutricional em criação de Tilápias. O professor Talles, junto com o professor Francisco Messias, orientou o grupo. Talles conta que o primeiro projeto do grupo Enactus tem o mesmo viés de criar tecnologias e sistemas que melhorem a vida das pessoas e comunidades e gerem um impacto social. As expectativas são: desenvolver projetos nas áreas do conhecimento que envolvam zootecnia, agropecuária, computação e tecnologia, ou seja, projetos interdisciplinares; aumentar o número de projetos, membros do grupo e de professores conselheiros, além de tornar o time Enactus do campus um grupo forte e reconhecido nacional e internacionalmente.

O que é Enactus?
A Enactus é uma organização internacional sem fins lucrativos, presente em 36 países, mais de 1.700 instituições de ensino, e que conta com a participação de 70.500 estudantes ao redor do mundo. A Enactus estimula estudantes universitários a desenvolver projetos baseados em ações empreendedoras para melhorar as condições de vida de comunidades. Fazendo parte da Enactus, os projetos podem ter maior visibilidade. Além disso, os alunos poderão participar de treinamentos organizados pela Enactus Brasil e empresas parceiras. Vale ressaltar que os alunos são aproximados de empresas parceiras da Enactus (Unilever, KPMG, Walmart, Microsoft, Nufarm, Braskem, Instituto Ford, entre outras) como forma de lhes gerar oportunidades de carreira e formar lideranças para o futuro.

Convite
Atualmente, o time tem o contingente mínimo para sua criação, que são os doze estudantes (Anderson Santos, Mariana Silva, Jaquellyne Cavalcante, Lucas Eduardo, Francisco Tavares, João Sousa, Thalia Brito, Francisco Aguiar, Bruno Pereira, José Silva, Rennan Teles e Edson Nunes) e um professor conselheiro. Além disso, foi definido pelo menos um projeto inicial. O time está na fase inicial e ainda deverá passar pelos primeiros treinamentos. A execução dos projetos envolve questões de Gerenciamento de Projetos, Administração e Finanças, Captação de Recursos e Marketing. O treinamento inicial deverá focar a discussão dessas questões. Interessados podem entrar em contato com o professor Talles Brito pelo e-mail tallesbrito@ifce.edu.br.

registrado em: , ,
Assunto(s): Educação