Você está aqui: Página Inicial > Crato > Notícias > Campus do Crato debate agricultura familiar e agroecologia

Notícias

Campus do Crato debate agricultura familiar e agroecologia

Atividades fazem parte da Semana do Meio Ambiente
publicado: 01/06/2016 12h26 última modificação: 01/06/2016 14h02
Exibir carrossel de imagens Foto: Vanessa Vieira Mesa redonda debateu produção orgânica.

Mesa redonda debateu produção orgânica.

A programação da décima edição da Semana do Meio Ambiente (Semeia) do campus do Crato começou na manhã de quarta-feira (01/06), com mesa redonda sobre os impactos das mudanças do comportamento social no meio ambiente e a produção e comercialização de produtos orgânicos. O objetivo do evento é alertar para a importância da preservação da natureza na produção de alimentos.

Representantes da Secretaria do Meio Ambiente do Crato, da Associação Cristã de Base (ACB), da Floresta Nacional Araripe/Apodi (FLONA) e do próprio IFCE participaram do debate, que lotou o auditório. Os palestrantes aproveitaram o momento para alertar que o comportamento do ser humano interfere no meio ambiente e prejudica as gerações futuras.

O coordenador de extensão do campus, professor Marcus Góes, faz parte da comissão organizadora do evento. Ele explica que o assunto não é novidade para os estudantes: "A temática vem ao encontro do que a gente apresenta aos alunos em sala de aula, que é trabalhar a produção agropecuária em harmonia com o meio ambiente. A agroecologia promove o link entre a preservação do meio ambiente e a produção agropecuária tradicional". 

Coordenadora do Núcleo de Educação Contextualizada do campus, a pedagoga Alaíde Régia Sena também é uma das organizadoras do evento. Para ela, é fundamental debater a temática com os estudantes que trabalharão com isso no futuro. "Os profissionais precisam ter essa consciência de que a produção não é só comercial e precisa ser saudável. Convivendo bem com nosso bioma, conseguimos respeitar o nosso clima e nos sentimos também como parte do meio ambiente."

Para a estudante Raiane Teixeira, do segundo ano de Agropecuária, esse é o momento de aprender e complementar os temas da sala de aula. "Às vezes, a gente acaba maltratando o meio ambiente sem saber. Com essas palestras, vamos tomando consciência para corrigir nossos erros. Aprendi muito sobre o desperdício de água e a produção de alimentos, por exemplo."

A programação da Semeia continua amanhã com uma feira de produtos agroecológicos e sexta-feira com oficinas de produção de defensivos agrícolas e de mudas de plantas nativas da região do Cariri. As atividades são abertas ao público e ocorrem de 8h as 11h.

Assunto(s): Meio ambiente