Você está aqui: Página Inicial > Crateús > Notícias > Serviço de psicologia reforça assistência estudantil em Crateús

Notícias

Serviço de psicologia reforça assistência estudantil em Crateús

APOIO E ORIENTAÇÃO

Profissional integra atuação multidisciplinar, além de atender demandas específicas da área
publicado: 15/03/2016 09h11 última modificação: 15/03/2016 09h11

A atuação da assistência estudantil no campus de Crateús acaba de ganhar mais um reforço, com a implantação do serviço de psicologia. O foco principal desse trabalho é contribuir com a atuação interdisciplinar da Coordenadoria de Assuntos Estudantis (CAE), cuja equipe já dispõe de profissionais nas áreas de nutrição, serviço social, pedagogia e enfermagem.

Na avaliação da psicóloga Izabela de Araújo Castro, servidora recém-chegada ao campus, “a Psicologia se insere na CAE com esse olhar multidisciplinar, no intuito de contribuir com a expertise da saúde mental, oferecendo mais esse espaço de apoio e orientação”.

Além de agregar subsídios à política de atuação da CAE, no que diz respeito às variadas áreas que a Coordenadoria agrega, o serviço de psicologia também pretende atender demandas pontuais dos discentes. O propósito é tentar minimizar o impacto causado pela mudança de nível de exigência à qual os alunos são submetidos quando entram no instituto. “Isso pode muitas vezes despertar sintomas relacionados à adaptação, como ansiedade, angústia e estresse, o que requer uma atenção especial da equipe, e a psicologia vem a colaborar na mediação desses processos no ambiente acadêmico”, explica Izabela.

O trabalho de orientação vocacional e profissional é outro aspecto que se pretende implementar no campus, com a chegada da profissional de psicologia. A ideia é que o projeto seja desenvolvido ainda neste ano. No caso da orientação vocacional, ela tem como público alvo os alunos do nível médio, e privilegia explorar as aptidões e interesses a fim de subsidiar a escolha profissional dos alunos. Já a orientação profissional tem como foco a carreira profissional e preparação para o mercado de trabalho e por isso deve ser voltada para quem está na graduação ou no nível técnico.

Elinaldo Rodrigues – Campus de Crateús