Você está aqui: Página Inicial > Crateús > Notícias > Letras e Zootecnia de Crateús são reconhecidos pelo MEC

Notícias

Letras e Zootecnia de Crateús são reconhecidos pelo MEC

Avaliação considerou organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura
publicado: 01/03/2016 16h38 última modificação: 02/03/2016 08h47
Avaliadores do MEC em reunião com professores do campus

Avaliadores do MEC em reunião com professores do campus

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu os cursos de bacharelado em Zootecnia e licenciatura em Letras, do campus de Crateús, com a nota 4, numa escala de 1 a 5. O resultado anunciado nesta terça-feira (01 de março) decorreu da visita feita pelos avaliadores do MEC, nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro. A avaliação se deu por base nas dimensões relacionadas à organização didático-pedagógica, ao corpo docente e à infraestrutura do campus.

Os avaliadores conceituaram diversos itens com a nota máxima. Em relação ao curso de Letras, foram qualificados como excelentes o estágio curricular, o número de vagas em relação à capacidade de atendimento aos alunos, o núcleo docente estruturante (conselho que administra o curso), o papel da coordenação, a formação e experiência dos docentes, o regime de trabalho, bem como as áreas de convivência e os periódicos especializados disponibilizados aos alunos.

Quanto ao bacharelado em Zootecnia, ganharam destaque, com a nota máxima, o apoio ao discente, o acesso às tecnologias de informação e comunicação, os processos de avaliação do ensino aprendizado, a atuação da coordenação, a titulação e o regime de trabalho do corpo docente, as salas de aula, o acesso aos periódicos especializados, entre outros.

Com base no relato dos avaliadores do MEC, o professor Tony Andresson, coordenador do curso de Zootecnia, dedicou esse reconhecimento ao esforço de todos que fazem a instituição: "Apesar das limitações de um curso em implantação, ele foi considerado muito bom devido principalmente à dedicação dos recursos humanos, compostos de professores, técnico-administrativos e alunos", frisou.

Para a professora Paula Cristina Soares Beserra, diretora do campus, "os resultados materializam que o IFCE é uma instituição sólida e de excelência, que já consegue cumprir a sua função na região dos sertões de Crateús, considerando sobretudo a qualificação e o desenvolvimento socioeconômico".

Elinaldo Rodrigues – Campus de Crateús