Você está aqui: Página Inicial > Cedro > Notícias > Educação no trânsito é tema de palestra

Notícias

Educação no trânsito é tema de palestra

Inspetor da PRF alertou sobre as principais causas de acidentes
por Andressa Souza publicado: 04/02/2016 08h22 última modificação: 04/02/2016 08h22
Foto: Ítalo Costa Palestra sobre educação no trânsito lotou o auditório

Palestra sobre educação no trânsito lotou o auditório

As festas do Carnaval estão chegando e com elas também se aproxima um dos períodos mais conturbados e perigosos para quem passa pelas estradas brasileiras. Considerando esse dado e lembrando ainda o número de acidentes fatais envolvendo estudantes em 2015, o Instituto Federal do Ceará (IFCE) promove a campanha “Trânsito: Lugar de Educação”, em parceria com o Departamento de Trânsito do Ceará (Detran) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Uma das ações desse projeto são os momentos de conscientização para os alunos, servidores e comunidade em que os campi estão instalados. Na última quarta-feira (03), o campus de Cedro recebeu em seu auditório o inspetor Alexandre Azevedo, da PRF, para realizar uma palestra educativa proposta pela Coordenação de Assuntos Estudantis.

O encontro durou cerca de uma hora e lotou o espaço reservado. O palestrante alertou sobre os fatores que mais prejudicam o raciocínio dos motoristas para identificar problemas, pensar em soluções e executar estratégias de escape, ou seja, as principais causas de acidentes no trânsito, como uso de álcool e drogas, excesso de velocidade e utilização de celular ao volante.

“O trabalho de educação é a longo prazo. Aqui a gente planta algumas sementes, porque a gente tem muito a falar, mas uma hora só não é suficiente para conseguir conscientizar de forma adequada. A continuidade é a chave do sucesso, mas aqui eu já trouxe os pontos principais”, avalia o inspetor Alexandre Azevedo. É por isso que essa palestra é apenas a primeira de várias ações que a campanha “Trânsito: Lugar de Educação” promove em 2016. Há previsão de outras atividades ao longo do ano, incluindo blitz educativas.

A aluna Layse Hayalla, do curso de Licenciatura em Matemática, foi uma das que subiram ao palco após a palestra para parabenizar o instrutor pelo momento educativo. “Achei muito bom, as pessoas precisam dessas informações. Eu admiro muito esse trabalho de conscientização, porque eu vou ser professora e vejo tudo isso como aprendizado”, conta.