Você está aqui: Página Inicial > Cedro > Notícias > Cedro promove “faxinaço” contra Aedes aegypti

Notícias

Cedro promove “faxinaço” contra Aedes aegypti

Alunos e servidores saíram em busca de focos do mosquito no campus
por Andressa Souza publicado: 19/02/2016 10h02 última modificação: 19/02/2016 10h06
Exibir carrossel de imagens Foto: Ítalo Costa Alunos e servidores saíram à procura de focos do mosquito Aedes aegypti nas instalações do campus

Alunos e servidores saíram à procura de focos do mosquito Aedes aegypti nas instalações do campus

“Quem aqui assiste ao jornal?”, perguntou o diretor-geral do campus de Cedro, Fernando Melo. “Vocês que levantaram a mão sabem então que o nosso país está passando por um momento de epidemia e é nosso papel cuidar da nossa casa”, continuou.

Seguindo diretriz do Ministério da Educação, o campus de Cedro do IFCE integra e fortalece nesta sexta-feira (19) a campanha #ZikaZero – Pacto da Educação Brasileira contra o Zika. Na ocasião, alunos e servidores reuniram-se na quadra da unidade e, munidos de sacos de lixo e luvas plásticas, saíram à procura de possíveis focos do mosquito Aedes aegypti nos espaços da instituição. A vistoria marca a ação batizada de “faxinaço” e deve acontecer em todos os Institutos Federais do País.
 
O aluno Diogo Silva, do S1 de Informática, percorreu junto com os colegas de turma as saídas traseiras do campus, o jardim, a garagem e a parte externa da cozinha do refeitório. Voltou com o saco plástico contendo garrafas, copos, tampas e potes, alguns que já estavam começando a acumular água. A preocupação com os focos do mosquito que hoje já é vetor para pelo menos três doenças tem um motivo: “Minha mãe já quase morreu de dengue hemorrágica”, afirma.

registrado em: , ,
Assunto(s): Educação, Saúde