Você está aqui: Página Inicial > Cedro > Notícias > Alunos criam foguete com garrafa PET

Notícias

Alunos criam foguete com garrafa PET

Protótipo foi medalha de prata na VIII Mostra Brasileira de Foguetes
por Andressa Souza publicado: 31/10/2014 00h00 última modificação: 03/12/2015 09h55
Exibir carrossel de imagens Alunos utilizaram conhecimento da Eletrotécnica para criar foguete (Foto: Andressa Souza)

Alunos utilizaram conhecimento da Eletrotécnica para criar foguete (Foto: Andressa Souza)

Três alunos do campusde Cedro do Instituto Federal do Ceará (IFCE) foram medalhistas na VIII Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), campeonato anual integrante da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) que envolve escolas de ensino fundamental e médio de todo o país.

Com o objetivo de ter o maior alcance horizontal possível, os foguetes competidores deveriam ser construídos a partir de duas ou mais garrafas PETs de qualquer volume, cujo combustível é composto somente pela mistura, em qualquer proporção, de vinagre com concentração de 4% de ácido acético e bicarbonato de sódio.

O protótipo criado pelos premiados Cléber Feitosa, Wellington Rodrigues e Marcos Mendonça, do curso técnico integrado em Eletrotécnica, teve alcance de 192 m, sendo merecedor, portanto, de medalha de prata na competição. As provas foram realizadas no dia 16 de maio, embora o resultado só tenha sido divulgado em outubro.

Segundo o estudante Wellington Rodrigues, o envolvimento com o tema vem desde o Ensino Fundamental, quando começou a participar da OBA. Contudo, o interesse pelos foguetes surgiu somente depois que um grupo do IFCE viajou para aprender a confeccionar um protótipo. “Depois que essa equipe veio, pode dizer que foi um pico aqui no Instituto para algumas equipes se formarem, se interessarem pela Mostra de Foguetes e participar”, conta.
“Além do que, o foguete e o lançamento têm toda uma base química, e como a gente faz Eletrotécnica, toda a nossa vida é Física”, acrescenta o aluno Cléber Feitosa. “Essa relação mais prática com a disciplina de Física e a questão da Aeronáutica e da Astronomia influenciam bastante para a gente continuar desenvolvendo questões práticas, porque a maioria do nosso tempo é numa relação mais teórica, e sair um pouco mais da parte elétrica para uma parte mais dinâmica, mais interativa”.

A Mostra Brasileira de Foguetes é realizada todos os anos pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), em escolas públicas e privadas. O objetivo é estimular o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e áreas afins e difundir os conhecimentos básicos de forma cooperativa.