Você está aqui: Página Inicial > Caucaia > Notícias > Estudos afro-brasileiros e indígenas repercutem em Caucaia

Notícias

Estudos afro-brasileiros e indígenas repercutem em Caucaia

Apresentações culturais, visitas, oficinas e debates compuseram a programação
publicado: 07/11/2016 11h00 última modificação: 07/11/2016 11h10
Comunidade indígena compartilhou parte da sua cultura (Foto: Pedro Rildson)

Comunidade indígena compartilhou parte da sua cultura (Foto: Pedro Rildson)

Com expressiva participação de alunos, servidores e comunidade externa, o II Encontro para Estudos Afrobrasileiros e Indígenas do IFCE foi encerrado na tarde da última sexta, 4, após dois dias de atividades no campus de Caucaia do IFCE. O evento teve como principal objetivo possibilitar e fortalecer condições de acesso e permanência dos estudantes de comunidades indígenas e quilombolas no instituto.

No primeiro momento do encontro, que reuniu os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) do IFCE, autoridades e entidades étnicas marcaram presença e realçaram a importância daquele espaço de debate. Margarida Teixeira, presidente da Associação dos Professores Indígenas Tapeba, destacou as conquistas alcançadas pelas instituições e ressaltou a necessidade de continuar avançando. Pensamento semelhante defendeu Cláudia Oliveira, da Supervisão de Inclusão Étnico Racial e Territorial da Prefeitura de Caucaia, que enalteceu as parcerias com o IFCE.

O reitor do IFCE, Virgílio Araripe, reforçou que a instituição criará unidades do Neabi em todos os campi nos próximos anos. Atualmente, Acaraú, Baturité e Maracanaú contam os núcleos implantados. “Vamos tirar muitas ideias desse encontro em Caucaia, sempre colocando em destaque o respeito às culturas indígena e quilombola e aproximando ainda mais o instituto dessas comunidades”, frisou. Na mesma perspectiva, a psicóloga Andréa Acioly, coordenadora do encontro em Caucaia, evidenciou o desenvolvimento de discussões em torno dessa pauta no instituto.

Ainda pelo campus de Caucaia, estiveram presentes a diretora em exercício, Weyla Belo, o chefe do Departamento de Ensino, Marcel Ribeiro, o coordenador de Extensão, Pedro Miranda, entre outros docentes e técnicos.
Entre os destaques da programação estiveram manifestações culturais, visita à comunidade indígena, oficinas e mesas-redondas.

Luís Carlos de Freitas – Campus de Caucaia