Você está aqui: Página Inicial > Caucaia > Notícias > Caucaia forma guardiões da memória quilombola

Notícias

Caucaia forma guardiões da memória quilombola

Projeto, em sua primeira turma, forma multiplicadores numa parceria entre IFCE e escolas do município
publicado: 21/12/2016 11h34, última modificação: 23/12/2016 09h27
Campus do IFCE no município de Caucaia

Campus do IFCE no município de Caucaia

Desenvolvido pelo campus de Caucaia do IFCE em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, o projeto “Guardiões da Memória Quilombola” forma, nesta semana, sua primeira turma. O grupo de 31 pessoas, entre professores e lideranças comunitárias, concluiu o curso de 180 horas com módulos que aprofundaram o conhecimento dos participantes sobre história e cultura de matriz africana. A cerimônia de formatura acontece na sexta, dia 23, às 14h, no auditório do campus.

O curso, oferecido na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC), contribuiu significativamente para a qualificação de profissionais, que serão multiplicadores da promoção dos direitos humanos, igualdade racial e integração com a comunidade. O projeto, que traz seis módulos, entre os quais religiosidade e legislação, é coordenado pela psicóloga do campus de Caucaia, Andrea Acioly, e pela pedagoga Cláudia Oliveira, da Supervisão de Inclusão Étnico Racial e Territorial (Siert), do município.

Caucaia é uma cidade privilegiada por ter em seu território nove comunidades quilombolas. As instituições municipais de ensino localizadas nos territórios quilombolas ou nas adjacências são: Adélia Crisóstomo, Anexo Maria Iracema, Anexo Cercadão dos Dicetas, César Nildo, Rosa Braz Coelho, Nicolau Noronha, Yara Guerra, José Crisóstomo e Coronel Pinho.

A literatura traz como conceito de quilombolas grupos étnicos constituídos pelos descendentes dos escravos negros que originaram comunidades que ocupam território comum e compartilham características culturais.

Luís Carlos de Freitas – Campus de Caucaia

registrado em: , , ,