Você está aqui: Página Inicial > Acaraú > Notícias > Consup aprova, por unanimidade, política de comunicação

Notícias

Consup aprova, por unanimidade, política de comunicação

Comunicação Social

Documento disciplina as ações de comunicação no âmbito do IFCE
publicado: 23/08/2016 15h59 última modificação: 23/08/2016 15h59

O Conselho Superior do Instituto Federal do Ceará (IFCE) aprovou, nesta segunda-feira(22), por unanimidade, durante reunião ordinária, promovida no auditório da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas  (PROGEP), o texto da Política de Comunicação.

O objetivo do documento é o de estruturar e fortalecer a comunicação integrada, criando e mantendo fluxos de informação, além de subsidiar o planejamento estratégico, contribuindo para o cumprimento da missão, visão e valores institucionais. Agora, após a aprovação, o Conselho Superior emitirá a resolução aprovando e determinando a sua implementação.

A servidora Rebeca Casemiro, que coordenou o Grupo de Atualização da Política de Comunicação, instituído em abril de 2016, pelo reitor Virgílio Araripe, defendeu perante os conselheiros do Consup a necessidade de o IFCE contar com esse documento norteador das ações de comunicação. De acordo com ela, é uma conquista para todo o Instituto Federal do Ceará que refletirá, sobretudo, no estabelecimento de ações sistêmicas de comunicação: “temos uma instituição multicampi que precisa se comunicar, respeitando a realidade em que se encontra inserida, sem se desprender do todo”, afirmou.

A elaboração da primeira versão do documento ocorreu ainda em 2012, tendo sido submetida ao Colégio de Dirigentes (colegiado consultivo) em seguida. Desde então passou por uma série de ajustes a fim de que fosse  aprimorada. Em 2016, as discussões foram retomadas e, novamente, o Colégio de Dirigentes voltou a apreciar, em julho, o texto com vistas a aprovar as modificações propostas pelo grupo de trabalho, criado em abril deste ano. Todo o trabalho empreendido resultou na aprovação pelo Conselho Superior do IFCE, ocorrida nesta segunda.   

Por Antonio Alencar - Reitoria